Farmacognosia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A farmacognosia é um dos mais antigos ramos da farmacologia. Ela é praticada por farmacêuticos, e tem como alvo os princípios ativos naturais, sejam animais ou vegetais. O termo deriva de duas palavras gregas, pharmakon, ou droga, e gnosis ou conhecimento. A farmacognosia passou a ser obrigatória nas escolas de farmácia brasileiras a partir de 1920.

Objetivo[editar | editar código-fonte]

Estudo do uso, da produção, da história, do armazenamento, da comercialização, da identificação, da avaliação e do isolamento de princípios ativo, inativo ou derivados de animais e vegetais.

Droga (Farmacognosia)[editar | editar código-fonte]

Vegetal ou animal, no todo ou em partes, ou produtos derivados, que após se submeter ao processo de colheita, preparo, e conservação possam servir como matéria prima bruta para a obtenção de substâncias medicamentosas ou mesmo de substâncias que não possuindo atividade farmacológica, ainda assim sejam de interesse farmacêutico.

Áreas terapêuticas[editar | editar código-fonte]

Fitoterapia[editar | editar código-fonte]

Ramo da farmacognosia que utiliza-se de drogas de origem vegetal para o tratamento de doenças e infecções.

Opoterapia[editar | editar código-fonte]

Ramo da farmacognosia que utiliza-se de drogas de origem animal para o tratamento de doenças.

Sequência de etapas para a pesquisa farmacognósica[editar | editar código-fonte]

Levantamento de dados[editar | editar código-fonte]

  • Pesquisa bibliográfica.
  • Comparações com estudos de outros vegetais
  • Pesquisa etnobotânica.

Cultivo e habitat[editar | editar código-fonte]

  • Observação das condições climáticas.
  • Se o cultivo for artificial, deve-se favorecer condições parecidas com as naturais.

Coleta[editar | editar código-fonte]

  • Deve ser verificado o horário apropriado para evitar a perda de princípios ativos ou de interesse farmacológico.

Preparo[editar | editar código-fonte]

Lavagem: água ou água hipoclorada Mondagem: retirada da camada externa órgão Fragmentação (Picar em tamanhos menores depois do processo de secagem)

Secagem[editar | editar código-fonte]

Retira o excesso de umidade no vegetal.

  • À sombra
  • À sol
  • Misto
  • Aquecimento
  • Circulação de ar
  • Aquecimento e circulação de ar
  • Vácuo
  • Esfriamento

Estabilização[editar | editar código-fonte]

São estratégias adotadas para evitar uma possível hidrólise ou inativação dos componentes.

  • Aquecimento com temperaturas maiores de 60 °C, por um tempo curto.
  • Utilização de solventes.
  • Irradiação UV.

Moagem[editar | editar código-fonte]

Diminui o tamanho da partícula de droga para facilitar seu transporte, armazenamento e embalagem.

Embalagem e armazenamento[editar | editar código-fonte]

O vegetal depois de seco ou estabilizado, tendo sido moído ou não, deve ser conservado em condições adequadas de pressão, umidade e temperatura.

Extração[editar | editar código-fonte]

Utiliza-se técnicas para isolar e retirar o princípio ativo desejado...

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

LEUCOANTOCIANIDINAS[editar | editar código-fonte]

  • subtancias que nao sao coradas, sao chamadas de agentes cromagenicos ou precursores dos pigmentos antocianicos; qndo reagem em meio acido ou solução alcoolica originam pigmentos antrocenicos com cor. Tem s OH um na posição 3 e outro na 4, nucleo chamado FLAVANO

ANTOCIANICOS[editar | editar código-fonte]

  • Maioria dos pigmentos de flores e frutos azuis, vermelhoes e violetas, podem ser C ou O-heterosideos
  • tem atividade antihedematologenica, antiinflamatoria
  • tem 4 OH na posição 3,5,7,4
  • tem carater anfótero; acidos formam estrutura fundamental do grupo; muda de cor de acordo com pH
  • muito soluveis em agua e pouco em metanol e etanol, insoluveis em solvente organicos

XANTONICOS[editar | editar código-fonte]

  • formado pela combinação das vias chiquinato e dos acetatos
  • inibição da MAO, relacionado ao estado depressivo
  • tratamento do cancer
  • atividade antimicrobiante, antifungica, antimalária
  • inibição da agreção plaquetaria
  • hepatoprotetora, hipogliemia, antiinflamatoria
  • representam as Gansisina e Genciseina

TANINOS[editar | editar código-fonte]

  • podem ser Hidrolisáveis ou condensados
  • HIDROLISAVEIS: tem um poliol central, a função hidroxilas sao esterificadas com o acido galico.
  • CONDENSADOS: sao oligomeros e polmeros formados pela policondensação de duas ou mais unidades flavanol 1-3 e flavanodiol 3,4. Tambem é denominada como proantocianidina devido ao fato de os taninos condensados produzirem pigmentos avermelhados da classe das antocianidinas (Cianidina e delfinidina)
  • atividade farmacologica diarreia, hipertensao arterial, reumatismo, hemorragia, feridas, queimaduras, ação bactericida
  • sao amorfos
  • soluveis em agua, alcool e acetona; insloveis em solventes organicos; precipitam com sais de metais pesados
  • FUNÇÃO ação adstrigente e função de proteção contra cresmineto de fungos e bacterias, coagulando as proteinas dos microorganismos (propiedades antisepticas)

OLEOS ESSENCIAIS[editar | editar código-fonte]

  • sao misturas complexas de substancias volateis, lipofilicas, geralemente odoriferas e liquidas
  • sao liquidos de aparencia oleosa a temperatura ambiente; soluveis em solventes organicos apolares (eter, insoluveis em agua
  • sao volateis
  • possui indice de refração e sao opticamente ativos
  • em geral sao limpidos e transparentes, pro oxidação ficam turvos

CIANOGENETICOS[editar | editar código-fonte]

  • caracterizam-se pelo acido cianidrico, obtido por hidrolise, simultaeamente liberam-se outros contituintes
  • soluveis na agua,alcool, parcialmente no estter acetico e insoluveis em eter
  • precipitam com nitrato mercuroso e nitrato de prata
  • representam a Amendoa, Loureiro-cerejeira


Ícone de esboço Este artigo sobre farmácia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.