Farol de São Miguel-o-Anjo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Farol de São Miguel-O-Anjo)
Ir para: navegação, pesquisa
Farol de São Miguel-O-Anjo
O farol é o pequeno edifício posterior em cantaria de granito.
Localização Porto,  Portugal
Coordenadas 41° 8.82' N 8° 40' O
Construção 1527
Desativação (desconhecido)
Altura 7 m
№ da ARLHS POR-078

O Farol de São Miguel-O-Anjo, também conhecido por Torre, Capela ou Ermida de São Miguel-O-Anjo, é um primitivo farol português, classificado como Imóvel de Interesse Público (IIP),[1] que se localiza na Cantareira, Cais do Marégrafo, na freguesia da Foz do Douro, Cidade do Porto.

Primeiro edifício puramente renascentista datado, em Portugal e um dos mais antigos da Europa.[2]

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Trata-se de uma torre quadrangular em cantaria de granito encimada por uma cúpula de tijolo com oito gomos, formando uma pequena abóbada, rebocada e caiada de branco, que contém uma grade de ferro a substituir a primitiva balaustrada, apoiada numa cornija lavrada, que encima as quatro paredes do edifício.[3] [4]

O seu interior apresenta uma forma octogonal, com três nichos com o formato de conchas, incrustados na parede do lado do rio. Em cada nicho haveria uma imagem. O central, mais alto que os outros dois tinha um pequeno altar na sua base. Uma escada em caracol, incrustada na parede junto à porta, faculta o acesso à cobertura.[2]

Quanto ao lugar onde estaria situada a luz do farol, o edifício não mostra o mais leve sinal. Segundo alguns era no interior da torre, em frente à vidraça da janela da parede oeste, hoje tapada pelo edifício da Guarda-Fiscal, que estava posta a candeia que alumiava o farol. A comprová-lo existe um manuscrito antigo que afirma «existir uma grimpa no topo da abóbada que servia de respiradouro ao farol»[4]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Inscrição Latina na fachada sul

Em 1527, foi mandado construir, conforme reza uma inscrição latina na parede voltada para o rio, que traduzida diz: "Miguel da Silva, bispo eleito de Viseu, mandou construir esta torre para dirigir a navegação, ele mesmo deu e consignou campos comprados com o seu dinheiro, com o rendimento dos quais foram acesos fogos de noite perpetuamente na torre, no ano de 1527".[5]

Em 1841 foi construído um edifício anexo à Capela-Farol, para aí instalar um posto da Guarda-Fiscal.[3]

Em 1852 foi edificada uma torre anexa, com 3 pisos, onde foi instalada uma estação telegráfica.[4]

Informações[editar | editar código-fonte]

  • Operacional: Farol histórico.
  • Acesso: R. do Passeio Alegre.
  • Aberto ao público: Só área envolvente.
  • Classificação: IIP - Imóvel de Interesse Público.
  • Outras designações: Torre, Capela ou Ermida de São Miguel-O-Anjo.
  • IPA: PT011312050029

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Oliveira, Catarina. Torre, Farol, Capela ou Ermida de São Miguel-O-Anjo Biblioteca Geral Instituto Português do Património Arquitetónico. Visitado em 3 de Abril de 2009.
  2. a b O Tripeiro: Junho de 1999. Porto: Associação Comercial do Porto, 1999.
  3. a b Sereno, Isabel / Leão, Miguel (1994). Torre e Capela / Ermida de São Miguel-o-Anjo SIPA Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana. Visitado em 3 de Abril de 2009.
  4. a b c O Tripeiro: Abril de 1963. Porto: Associação Comercial do Porto, 1963.
  5. O Tripeiro: Março de 1982. Porto: Associação Comercial do Porto, 1982.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um farol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Património, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.