Farol de Santa Marta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Farol de Santa Marta
Localização Laguna, SC,  Brasil
Coordenadas 28° 36′ S 48° 48′ W
Construção 1891 (123 anos)
Inauguração 11 de junho de 1891 (123 anos)
Altura 29 m
Altitude 74 m
Ótica hiper-radiante de Fresnel
Alcance luminoso R 39 W 46 milhas náuticas
Luz característica Oc(3) WR 30s
№ Nacional 3956
internacional G-0600
№ da NGA 18920[1]
№ da ARLHS BRA-032

O Farol de Santa Marta, localiza-se no cabo de mesmo nome, em Laguna, no Estado de Santa Catarina, no Brasil.[2]

Torre quadrada em pedra, com lanterna e galeria, elevando-se de um grupo de casas térreas de faroleiros e de outros edifícios. Todo o farol pintado de branco; os telhados dos outros edifícios são vermelhos.

Além de ser localizado no ponto mais oriental da região, o farol serviu durante esses anos para guiar as embarcações para longe da famosa Pedra (ou Parcel) do Campo Bom - que, apesar disso, chegou a causar alguns naufrágios.

Características[editar | editar código-fonte]

No topo de um morro, num pequeno promontório, a 45 metros acima do nível do mar, está localizado o Farol, a maior atração local. Com 29 metros de altura, é um dos mais potentes do Brasil em alcance e serve como guia para os navios que se aproximam do Cabo. No período noturno, a iluminação do Farol chama a atenção.

O seu alcance é de quarenta e seis milhas náuticas (oitenta e cinco quilômetros).

Hiper-radiante de Fresnel[editar | editar código-fonte]

Possui uma ótica hiper-radiante de Fresnel de 1 330 mm de distancia focal, do construtor francês Barbier & Bénard, a única no Brasil e uma das poucas ainda em funcionamento em todo o mundo. No Brasil existem ainda outras duas óticas deste tipo, mas de ordem inferior, meso-radiantes, de 1 125 mm de distancia focal, no Farol de Abrolhos, estado da Bahia, e no Farol da Ilha Rasa, no Rio de Janeiro. Estas duas lentes são as únicas meso-radiais construídas no mundo, que se tenha conhecimento. São maiores que as lentes de 1ª Ordem (920 mm), mas menores que as Hiper-radiantes (1 330 mm).[3]

Balizamento Aeronáutico (radiofarol)[editar | editar código-fonte]

O Farol de Santa Marta possui auxílio de radiofarol não-direcional (NDB) para balizamento aeronáutico. Com a frequência de 310 kHz e identificada com a sigla SW (Cabo de Santa Marta) nas cartas aeronáuticas. Faz o balizamento da aerovia W14 (FL070/FL245) ligando as TMA's (terminais aeroportuarias) de Porto Alegre (POA) e Florianópolis (FLN).

História[editar | editar código-fonte]

Projetado pelos franceses Barbier Bernard e Turenne, e inaugurado em 11 de Junho de 1891, foi erguido com pedra, areia, barro e óleo de baleia.

Atrações[editar | editar código-fonte]

Localizado no município de Laguna, o Cabo de Santa Marta é uma das praias com melhor visual de Santa Catarina. Os turistas costumam apreciar a beleza na areia da Prainha, tranqüila e muito freqüentada por surfistas.

Além do Farol e a Capela localizado ao seu lado, próximo a Prainha existem enormes sambaquis, sítios arqueológicos onde as populações pré-históricas usavam como depósito de resíduos. As outras praias do Cabo de Santa Marta são a de Cardoso, a Cigana e a Praia Grande. Na Cigana, pode-se praticar sand board nas dunas. Todas são indicadas para banho e surfe.

Saindo do Farol para o centro de Laguna, encontra-se dois museus em homenagem a uma grande personalidade da cidade, Anita Garibaldi. Um dos museus, que era sua casa, conta a história da brava Anita na Guerra dos Farrapos e também na Itália.

Surfe[editar | editar código-fonte]

O Cabo de Santa Marta possui 11 praias em que o surf é praticado, como segue: Cigana - Direitas e esquerdas perfeitas com fundo de areia; Cardoso - Direitas e esquerdas quilométricas, famoso por suas ondas nos grandes swells; Praia do Meio - Pequena praia no coração do Farol de Santa Marta, muito badalada entre os surfistas nativos; Santa Marta Grande - No lado sul é chamada de Mocó, onde rolam as direitas com vento sul, ao norte é chamada de Santa Marta, onde rolam ondas com vento nordeste, e situa-se ao lado do Morro da Galheta; Praia da Galheta - Direitas e esquerdas perfeitas para ondulação de até 2,0 metros; Ipuã - Praia onde as ondas rolam com vento nordeste, possui uma laje de pedra submersa que favorece a qualidade desta onda; Praia da Teresa - Pequena praia com costão de pedra nos dois lados onde as direitas rolam sem fim nos dias bons; Siriú - Praia menor que a da Teresa e situada entre esta e a Praia do Gravatá, é pouco procurada pelos surfistas; Gravatá - Praia onde só se chega após 30 minutos de caminhada entre a vegetação nativa e as dunas, é pequena com fundo de areia e costão de pedra onde quebram as ondas com vento nordeste; Prainha - Do lado direito dos Molhes de Laguna está situada a última praia surfável no Cabo de Santa Marta, é bem pequena e as ondas quebram junto aos molhes, mas com as obras de ampliação do mesmo esta onda perdeu sua qualidade.

Boemia[editar | editar código-fonte]

A noite do Farol de Santa Marta é agitada. Com bares que tocam reggae, hip-hop, sambarock, etc. Há opções de sinuca e vídeos de surfe. E a boate Boikago, que toca desde música ao vivo a som eletrônico.[4]

Informações[editar | editar código-fonte]

  • Acesso: Laguna está há 118 km de Florianópolis. O acesso é pela rodovia BR-101, até o trevo de Laguna. Pode-se chegar até ao farol, distante 17 km do centro, através do Canal da Barra, uma travessia de balsa de mil metros, que funciona 24/24 Horas, e depois por uma estrada de terra batida muito ruim.
  • Dinheiro: No local não há banco, portanto vá preparado com dinheiro ou utilize os caixas eletrônicos no centro de Laguna.
  • Aberto ao público: O acesso ao Farol foi proibido, mas desde o ano de 2009 está liberado.
  • Outras designações: Farol do Cabo de Santa Marta
  • Estação DGPS

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. (em inglês)List of Lights. NGA - National Geospatial-Intelligence Agency (2009). Página visitada em 16 de novembro de 2009.
  2. O Farol de Santa Marta. Capitania dos Portos de Santa Catarina. Página visitada em 6 de fevereiro de 2010.
  3. (em inglês)Hyper-Radial Lenses. World Lighthouse Society (2001). Página visitada em 16 de novembro de 2009.
  4. Felipe Carneiro. Vida noturna do Farol de Santa Marta. iG Turismo. Página visitada em 16 de julho de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Farol de Santa Marta


Ícone de esboço Este artigo sobre um farol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.