Fechamentos e cancelamentos em decorrência dos ataques de 11 de setembro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Houve muitos fechamentos e cancelamentos por consequência dos ataques de 11 de setembro de 2001, incluindo os principais monumentos, edifícios, bem como adiamento ou cancelamento de grandes eventos desportivos. Pontos turísticos foram fechados principalmente devido a receios de que estes poderiam ser atacados. Em alguns lugares, ruas que conduziam a instituições importantes também foram fechadas. A reabertura desses locais ocorreu com reforço na segurança. Muitos estados declararam estado de emergência.

Fechamentos[editar | editar código-fonte]

Evacuações[editar | editar código-fonte]

Cancelamentos[editar | editar código-fonte]

Adiamentos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. O'Brien, Miles (11 de setembro de 2001). NASA shuts down in wake of attacks (em inglês) Cnn.Com.. Página visitada em 19 de abril de 2011.
  2. a b c Abelson, Reed. "Absorbing a Blow to the Heart of America's Financial Center", The New York Times, 12 de setembro de 2001, p. C1. (em inglês)
  3. McKinley, Jesse. "Lights On, Broadway Dispels The Dark", The New York Times, 15 de setembro de 2001, p. B9. (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre os ataques de 11 de setembro de 2001 é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.