Federação Mundial de Surdos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Federação Mundial de Surdos (World Federation of the Deaf, WFD) é uma organização internacional não-governamental, sem fins lucrativos que representa, aproximadamente 70 milhões de pessoas surdas em 127 países, todo o mundo.

Foi estabelecida em Roma, em 1951.

Crê-se que mais de 80% dos 70 milhões de surdos existentes no mundo, vivam nos países em desenvolvimento, onde as autoridades raramente são familiarizadas com as necessidades e desejos dos surdos. Reconhecida pela Organização das Nações Unidas trabalha em estreita colaboração com as Nações Unidas e as suas várias agências, na promoção dos direitos humanos das pessoas surdas, de acordo com os princípios e objectivos da Carta das Nações Unidas e a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Quando necessário, utiliza medidadas especiais (legai, administrativas) para garantir que as pessoas surdas em todos os países tenham o direito de manter as suas próprias línguas gestuais, organizações culturais e outras actividades. Os seus principais objectivos são: os surdos nos países em desenvolvimento; o direito à língua gestual; a igualdade de oportunidades em todas as esferas da vida, incluindo o acesso à educação e à informação.

Ligações externas e referências[editar | editar código-fonte]