Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil(FEAB) é a Executiva dos estudantes do curso de Agronomia do Brasil. É a representação/organização/entidade máxima dos estudantes de agronomia do país. É a executiva de curso mais antiga do Brasil.

É integrante da Confederação Latino-Americana e Caribenha de Estudantes de Agronomia - CONCLAEA através do Congresso Latino-Americano e Caribenho de Entidades Estudantis de Agronomia - CLACEEA. Participa do Fórum de Executivas de Cursos - FENEX, da Via Campesina e da União Nacional dos Estudantes - UNE .

História[editar | editar código-fonte]

Primeiros Anos (1950-1964)[editar | editar código-fonte]

A organização dos estudantes de agronomia remonta aos anos 50 quando foi criada a União Nacional dos Estudantes de Agronomia e Veterinária do Brasil (UEAVB). A separação dos cursos de agronomia e medicina veterinária só ocorreu em 1955 com a criação do Diretório Central dos Estudantes de Agronomia do Brasil (DCEAB).

Clandestinidade (1964-1972)[editar | editar código-fonte]

O DCEAB passou, como várias das entidades estudantis, a sofrer forte repressão dos militares após o golpe militar de 1964. Em 1968 durante a fase de maior repressão aos movimentos sociais e estudantis contrários ao golpe, o DCEAB cai na clandestinidade através do ato institucional número 5 (AI-5) que não permitia a reunião de pessoas para fins políticos. Durante essa época, ocorreu forte repressão aos estudantes, muitos líderes foram presos e boa parte do material histórico da época foi roubado. No período que vai de 1968 a 1971 as atividades dos estudantes de agronomia foram praticamente inexistentes.

Fundação da Feab (1972 - ?)[editar | editar código-fonte]

Em 13 de agosto de 1972, durante o XV CONEEA, corajosamente retirou-se da clandestinidade a organização nacional dos estudantes de agronomia, reconstruindo a entidade agora denominada Federação dos Estudante de Engenharia Agronômica do Brasil - FEEAB. Depois em 1989, alterou-se o nome para Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil - FEAB. É a entidade máxima dos estudantes de Agronomia do Brasil. Esta Federação atualmente representa em torno de 160 escolas de agronomia, tendo em torno de 60000 estudantes (valores subestimados). No presente a FEAB vive um momento de grandes mudanças sendo uma delas a saída da UNE - entidade que a federação compôs historicamente - votada no 50º CONEA, em 2007.

Bandeiras de Luta[editar | editar código-fonte]

As bandeiras sintetizam as lutas empreendidas pela FEAB. São elas:

  • Educação
  • Universidade
  • Agroecologia
  • Relações Internacionais
  • Movimentos Sociais
  • Ciência e Tecnologia
  • Juventude, Cultura e Valores
  • Gênero e Sexualidade

Organização[editar | editar código-fonte]

A FEAB possui uma estrutura horizontal. Em sua estrutura estão presentes a Coordenação Nacional, as Coordenações Regionais e os Núcleos de Trabalho Permanente (NTP’s).

Atuais Coordenações[editar | editar código-fonte]

  • Comissão Organizadora do 53º CONEA - Santa Maria - RS

Atuais NTP´s[editar | editar código-fonte]

  • NTP de Histórico e Comunicação - Campos - RJ
  • NTP de Educação – Porto Alegre - RS
  • NTP de Agroecologia – Fortaleza - CE
  • NTP de Relações Internacionais – Piracicaba - SP
  • NTP de Movimentos Sociais – Montes Claros - MG
  • NTP de Ciência e Tecnologia – Viçosa - MG
  • NTP de História e Comunicação – Florianópolis -SC
  • NTP de Biomas Brasileiros – Ilhéus - BA
  • NTP de Juventude, Cultura, Valores, Etnia, Gênero e Sexualidade – Seropédica - RJ

Eventos[editar | editar código-fonte]

A FEAB realiza, diversos eventos envolvendo os estudantes de agronomia com objetivos específicos, podemos citar o CONEA (Congresso Nacional dos Estudantes de Agronomia) que é a instância máxima de deliberação, e também promove outros eventos tais como a PNEB (Plenária Nacional de Entidades de Base) e a PS (Plenária de Superintendência) que ocorrem anualmente, EREA (Encontro Regional de Estudantes de Agronomia), e o ERA (Encontro Regional de Agroecologia). Já realizou em outros momentos SENAPPPA, CBICA, CEPECT, e inaugurou junto a FAEAB os Encontros Brasileiros de Agricultura Alternativa - EBAA (hoje os herdeiros são o Congresso Brasileiro de Agroecologia e ENA).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • FEAB - Blog da FEAB