Federação dos Planetas Unidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Federação Unida dos Planetas ou Federação dos Planetas Unidos
Lema: "Audaciosamente indo onde nenhum homem jamais esteve"
Fundação 11 de Outubro de 2161
Líder Jaresh-Inyo
Capital Paris (Administação); San Francisco (Legislativo), Terra
Quadrante da Galaxia: Alpha
Língua Oficial Padrão da Federação
Planeta Natal Planeta Terra
Raças Fundadoras Andorianos, Tellaritas, Humanos (Terranos) e Vulcanos
Raças que atualmente fazem parte Cerca 150 raças


A Federação dos Planetas Unidos, na maioria das vezes chamada simplesmente de "Federação", é um corpo governamental ficcional retratado na série televisiva Jornada nas Estrelas e nas séries que se basearam nela, assim como nos vários filmes feitos para a franquia. Nas séries e filmes, a Federação é descrita como um Estado federal interestelar que abriga mais de 150 planetas-membros e milhares de colônias. A Federação também mantém uma agência militar e exploratória própria, a Frota Estelar.

A Federação dos Planetas Unidos existe como parte do universo ficcional de Jornada nas Estrelas desde a primeira temporada da série original.

A Federação existe com o objetivo nominal de promover os valores da liberdade, igualdade, paz e cooperação entre seus planetas-membros. No filme Jornada nas Estrelas IV e no episódio Reflexo Sombrio: parte II, a legislatura do Conselho da Federação é retratada como estando localizada em São Francisco. Vários outros corpos governamentais da Federação foram retratados. O ramo executivo é encabeçado pelo Presidente da Federação, cujo escritório está localizado no Palais de la Concorde, em Paris (como mostrado em Jornada nas Estrelas IV). Também existe um poder judiciário, a Corte Suprema da Federação (mostrado no episódio Doutor Bashir, Eu Presumo?). O braço científico, diplomático e militar da Federação é a Frota Estelar, que tem seu quartel general em São Francisco.

A Federação já entrou em conflito bélico com vários corpos políticos interestelares, notavelmente os Klingons, os Romulanos, os Tholianos, os Cardassianos, os Borg, o Dominion e os Construtores de Esferas. Hostilidades com outros povos também existem, embora as séries ou filmes nunca tenham informado sobre outros confrontos abertos. Ao que parece, em algum ponto de sua história, a Federação já teve relações conflituosas com virtualmente todas as sociedades avançadas existentes em sua vizinhança.

A fundação da Federação dos Planetas Unidos é mostrada no último episódio da série Enterprise, intitulado Estas são as viagens.... Segundo o cânone de Jornada nas Estrelas, a fundação foi realizada no dia 11 de Outubro de 2161, na cidade de São Francisco. Os planetas fundadores foram Andoria, lar dos Andorianos; Tellar, lar dos Tellaritas; Terra, lar dos Humanos, e Vulcan, lar dos Vulcanos. Inúmeros outros povos se uniriam à Federação nos séculos subsequentes.

Os produtores da série Jornada nas Estrelas provavelmente tinham a intenção de mostrar ao público em geral quão vasta era a possibilidade da existência de um organismo internacional, mesmo no ramo da ficção, fora da Terra, que pudesse coordenar e manter a paz, união, integração e desenvolvimento entre os planetas (nações) e seus respectivos habitantes.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Star Trek é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.