Federal (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Federal
 Brasil
2010 • cor • 91 min 
Direção Erik de Castro
Produção Erik de Castro
Christian de Castro
Coprodução Paula Jaramillo
Matthias Ehrenberg
Produção executiva Heber Trigueiro
Jayme del Cueto
Luis Vidal
Roteiro Erik de Castro
Erico Beduschi
Heber Trigueiro
Género policial, drama
Idioma português
Música Philippe Seabra
Eugênio Matos
Direção de arte Marco Antonio Rocha
Direção de fotografia Cezar Moraes
Figurino Patrícia Coelho
Edição Heber Trigueiro
Distribuição Europa Filmes
Lançamento 2010
Página no IMDb (em inglês)

Federal é um filme brasileiro de longa-metragem do gênero policial, dirigido por Erik de Castro e distribuído em 2010.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Dani, agente especial da Polícia Federal, une-se ao delegado Vital e outros homens do grupo de elite do Comando de Operações Táticas da Polícia Federal para caçarem o playboy Beque, responsável por colocar a cidade de Brasília na rota do tráfico internacional de cocaína.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas bastante desfavoráveis, sendo chamado de "Tropa de Elite genérico", comparado a uma tentativa de "pegar carona" no sucesso José Padilha, porém repleto de situações previsíveis e com tantos personagens e histórias paralelas que não é possível ao espectador se identificar ou compreender profundamente nenhum deles.[1] A crítica ressaltou inclusive erros de continuidade, como numa mesma cena onde o sol aparece em pontos diferentes no céu, e a quantidade de clichês no filme, como o policial que tem uma esposa grávida, investigação de tráfico de drogas em ambientes da classe alta, interrogatórios violentos, policiais corruptos, etc.[2]

O filme foi tido como mal-sucedido em suas três vertentes principais: não conseguiu ser um filme de ação, denuncia uma situação atual através de elementos óbvios e ficou muito à sombra de Tropa de Elite.[3]

Produção[editar | editar código-fonte]

Co-produção oficial Brasil-Colômbia, contou com os atores colombianos Carolina Gómez e Roberto Cano. Foi inteiramente gravado em Brasília.

Referências

  1. Crítica: Federal (em inglês) Omelete (26-9-2010).
  2. Federal (em inglês) Cineclick (28-10-2010).
  3. Federal, de Eryk de Castro (Brasil, 2010) (em inglês) Revista Cinética (10-2010).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]