Federico Ferrari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Federico Ferrari
Nome completo Federico Ferrari
Nascimento 1969
Milão
Nacionalidade Flag of Italy.svg italiano
Ocupação escritor, filósofo e crítico de arte

Federico Ferrari, (Milão, 1969), é um filósofo, escritor e crítico de arte italiano. Atualmente leciona na 'Academia de Belas Artes de Brera, Milão, onde é igualmente coordenador do M.A. em Culturas Visuais e Estúdios da Curadoria. Foi fellow em várias instituições europeias, entre as quais o C.N.R.S. de Génova e a Akademie Schloss Solitude de Estugarda. É correspondente para a Itália do Colégio internacional de filosofia em Paris.

Seus trabalhos mais conhecidos incluem sua investigação de teoria crítica da sociedade e desconstrução sobre os conceitos de imagem e de arte. Na sua obra o "filósofo italiano aborda a relação 'conflituosa e difícil' que existe entre essência da arte e da política"[1] a partir do Romantismo alemão, ou seja, desde finais do século XVIII. Por o filósofo “a arte não é um fim em si, mas também não tem um fim fora de si (a política ou outra coisa qualquer)”

Referências

  1. Óscar Faria e João Fernandes, Às Artes, Cidadãos!, Museu Fundação Serralves, Porto, 2010

Obras[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia / um filósofo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.