Feira de artesanato de Curitiba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Feira de artesanato de Curitiba, também conhecida como Feira do largo da ordem ou Feirinha de domingo, é uma feira popular da cidade de Curitiba. Abriga aproximadamente 2.000 expositores artesãos,entre eles,- o Orlando Pereira de Sousa, criador dos lápis ecologicos que fazem sucesso no mundo inteiro. Situando-se na parte Histórica da Cidade, também conhecida como Largo da Ordem, fazendo referencia a Igreja que ali se situa com o mesmo nome: Igreja da Ordem. Sua origem está na Antiga Feira Hippye da Praça Zacarias, que lá funcionava até 1972, sobre panos esticados na calçada, quando então Leila Azevedo e Julieta Maria Braga Côrtes Fialho dos Reis, então funcionárias da Fundação Cultural de Curitiba, a transferiram para o Praça Garibaldi, com significativa ampliação e setorização de produtos.

Com o falecimento de Leila Azevedo, Julieta Reis, formada na Escola de Belas Artes do Paraná, coordenou durante mais de 20 anos a administração da Feira, até tornar-se Vereadora Municipal, lançada e apoiada pelos próprios Feirantes e Ambulantes que visavam defender os interesses da classe. Este apoio se intensificou, na medida em que houve uma pessoa que articulava e propunha junto a Câmara de Vereadores do Município, que a Feirinha, como carinhosamente sempre foi chamada, que a mesma fosse fechada ou se transferisse daquele Local Historico. Foi a gota d'água que acabou intensificando a necessidade de um representante político no Município, o que culminou na eleição de Julieta Reis, tendo cumprimento até esta data, 4 madatos na Vereança Municipal.

Inicialmente a Feira era coordenada pela Fundação Cultural de Curitiba, depois pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, tendo passado um período não muito aceito pelos Feirantes, pela FAS - Fundação de Assistencia Social de Curitiba. Hoje é coordenada pela Secretaria de Turismo e seus Feirantes devidamente ali cadastrados. São organizados em duas Associações de Classe e participam das decisões sobre a sua Administração. É tida como uma das Maiores e Melhores Feiras de Artesanato do País.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Mais informações podem ser encontradas no Museu Virtual da Feira do Largo da Ordem : www.museuvirtualdafeiradolargodaordem.wordpress.com