Fenilfosfina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Phenylphosphine
Alerta sobre risco à saúde
Phenylphosphine-2D-skeletal.png Phenylphosphine-3D-balls.png
Outros nomes Monofenilfosfina
Identificadores
Número CAS 638-21-1
Propriedades
Fórmula molecular C6H5PH2
Massa molar 110.09 g/mol
Aparência Líquido incolor
Densidade 1.001 g/cm³
Ponto de fusão

?

Ponto de ebulição

160 °C (433 K)

Riscos associados
Frases R R11, R17, R23/24/25, R36/37/38, R48/20, R62, R65, R67, R51/53
Frases S S16, S26, S36/37/39, S45, S62
Compostos relacionados
Fosfinas relacionados Metilfosfina
Difenilfosfina
Trifenilfosfina
Compostos relacionados Anilina (-NH2 no lugar do -PH2)
Benzenotiol (-SH no lugar do -PH2)
Fenilsilano (-SiH3 no lugar do -PH2)
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Fenilfosfina é uma fosfina primária com a fórmula química C6H5PH2. É o análogo do fósforo da anilina. Como todas as fosfinas primárias, fenilfosfina tem um odor intenso e penetrante. Sua química é muito similar a outras fosfinas primárias: é altamente oxidável, pode funcionar como ligante em complexos, e é fortemente nucleófila.[1]

Síntese[editar | editar código-fonte]

Fenilfosfina pode ser produzida pela redução de diclorofenilfosfina com hidreto de lítio e alumínio na temperatura de refluxo de éter.

LiAlH4 + 2C6H5PCl2 → 2C6H5PH2 + Li+ + Al3+ + 4Cl-

Esta reação deve ser realizada sob uma atmosfera de nitrogênio devido a fenilfosfina poder ser oxidada por oxigênio.[2]

Reações[editar | editar código-fonte]

Bis(2-cianoetilfenil)fosfina, a qual é de interesse como um intermediário em sínteses, pode ser obtido da fenilfosfina por adição alílica à acrilonitríla.

C6H5PH2 + 2CH2=CHCN → C6H5P(CH2CH2CN)2

Bis(2-cianoetilfenil)fosfina é útil em síntese dado que pode ser usada para preparar 1-fenil-4-fosforinanona. Isto é feito por primeiro refluxar a bis(2-cianoetilfenil)fosfina em tolueno com tert-butóxido de potássio seguido por refluxo vigoroso com ácido clorídrico de concentração 6 N (6 M, aproximadamente 50% da solução aquosa mais concentrada possível do cloreto de hidrogênio, 39% em água, ou 12 M). Fosforinanonas são intermediários de síntese muito úteis dado que podem ser usadas para produzir alcenos, aminas, indóis e álcoois secundários e terciários por redução, reagentes de Grignard e de Reformatsky. [3]

Fenilfosfina pode ser usada para preparar ácido benzenefosfonoso por oxidação com ar.[2]

C6H5PH2 + O2 → C6H5P(OH)2

Fenilfosfina pode funcionar como ligante em complexos de Ge, Sn e Pb. Os complexos de fenilfosfina de Ge, Sn e Pb formarão clusters metálicos (agregados atômicos). A fenilfosfina ligante irá formar ponte com dois átomos metálicos.[4]

2(C6H5)2MCl + C6H5PH2 + 3(C2H5)3N →((C6H5)2M)2PC6H5 + 3(C2H5)3N•HCl

Fenilfosfina também tem uso em síntese de polímeros. Usando radicais ou radiação UV para o início da reação, a poliadição de fenilfosfina a 1,4-divinilbenzeno ou 1,4-diisopropenilbenzeno irá formar polímeros contendo fósforo, os quais tem propriedades autoextinguintes de chamas. Quando misturados com polímeros inflamáveis tais como o poliestireno e o polietileno, o polímero misto riá apresentar propriedades de resistências à chamas.[5]

Referências

  1. Svara, Jürgen; Weferling, Norbert ; Hofmann, Thomas "Phosphorus Compounds, Organic" in Ullmann's Encyclopedia of Industrial Chemistry. John Wiley & Sons, Inc, 2008. DOI: 10.1002/14356007
  2. a b (1952) "The Reduction of Benzenephosphonyl Dichloride". Journal of the American Chemical Society 74 (13): 3414–3415 pp.. DOI:10.1021/ja01133a504.
  3. Snider, Theodore E.; Morris, Don L.; Srivastava, K. C.; and Berlin, K. D. (1988), "1-Phenyl-4-Phosphorinanone", Org. Synth., http://www.orgsyn.org/orgsyn/orgsyn/prepContent.asp?prep=cv6p0932 ; Coll. Vol. 6: 932 
  4. Schumann, Herbert; Schwabe, Peter; Stelzer, Othmar. (1969). "Organogermyl, stannyl und plumbylphosphine". Chemische Berichte 102 (9): 2900–2913 pp.. DOI:10.1002/cber.19691020904.
  5. Obata, Takatsugu; Kobayashi, Eiichi; Aoshima, Sadahito; Furukawa, Junji. (1994). "Synthesis of new linear polymers containing phosphorus atom in the main chain by the radical polyaddition: Addition polymers of phenylphosphine with 1,4-divinylbenzene or 1,4-diisopropenylbenzene and their properties". Journal of Polymer Science Part A: Polymer Chemistry 32 (3): 475–483 pp.. DOI:10.1002/pola.1994.080320309.