Feodora de Hohenlohe-Langenburg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Feodora
Duquesa de Saxe-Meiningen
Princesa de Hohenlohe-Langenburg
FeodoraS-M.jpg
Feodora de Hohenlohe-Langenburg por Franz Xaver Winterhalter
Governo
Consorte Jorge II de Saxe-Meiningen
Vida
Nascimento 7 de Julho de 1839
Estugarda, Alemanha
Morte 10 de Fevereiro de 1872 (32 anos)
Meiningen, Alemanha
Filhos Ernesto de Saxe-Meiningen
Frederico João de Saxe-Meiningen
Vitor de Saxe-Meiningen
Pai Ernesto I de Hohenlohe-Langenburg
Mãe Feodora de Leiningen

Feodora de Hohenlohe-Langenburg (Feodora Vitória Adelaide), (7 de julho de 1839 - 10 de fevereiro de 1872) foi uma filha do príncipe Ernesto I de Hohenlohe-Langenburg e da princesa Feodora de Leiningen. Através do seu casamento, viria a tornar-se duquesa consorte de Saxe-Meiningen quando o seu marido herdou o ducado como Jorge II de Saxe-Meiningen.

Família[editar | editar código-fonte]

Feodora era a mais nova de seis filhos. A sua mãe era meia-irmã da rainha Vitória do Reino Unido e o seu pai o príncipe Ernesto I de Hohenlohe-Langenburg. Os seus avós maternos eram a princesa Vitória de Saxe-Coburgo-Saalfeld e Emich Carlos, 2° Príncipe de Leiningen. Os seus avós paternos eram o príncipe Carlos Luís I de Hohenlohe-Langenburg e a condessa Amália de Solms-Baruth.

Entre os seus irmãos encontrava-se o príncipe Vítor de Hohenlohe-Langenburg e a princesa Adelaide, duquesa de Schleswig-Holstein.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Feodora.

Feodora conheceu o seu marido, o futuro duque Jorge II de Saxe-Meiningen, quando estava a caminho de Itália e os dois ficaram noivos quase imediatamente, apesar de Jorge ser viúvo e ainda estar de luto profundo pela sua primeira esposa, a princesa Carlota Frederica da Prússia.1 Feodora era sobrinha da rainha Vitória do Reino Unido, sendo filha da meia-irmã desta, a princesa Feodora de Leiningen e do seu marido, o príncipe Ernesto I de Hohenlohe-Langenburg. Os dois casaram-se no dia 23 de Outubro de 1858 em Langenburg.2

Tiveram três filhos:

  1. Ernesto Bernardo Vítor Jorge (27 de setembro de 1859 - 29 de dezembro de 1941), casado com Katharina Jensen; com descendência.
  2. Frederico João Bernardo Hermano Henrique Maurício (12 de outubro de 1861 - 23 de agosto de 1914), morto durante a Primeira Guerra Mundial; casado com a princesa Adelaide de Lippe-Biesterfeld; com descendência.
  3. Vítor de Saxe-Meiningen (14 de maio de 1865 - 17 de maio de 1865).

Contudo, o casamento foi infeliz. Jorge nunca aceitou a morte de Carlota e Feodora não tinha o temperamento necessário para a vida que era esperado levar.3 Não tinha talentos intelectuais nem artísticos e, pior que tudo, não tinha qualquer interesse em adquiri-los. Apesar disso, Jorge tentou educá-la visto que tinha uma grande paixão pelas artes, especialmente por teatro. A mãe de Feodora apoiou-o, dizendo que era "muito sensível da parte dele fazer com que a sua noiva esteja ocupada com aulas, ter aulas de desenho e ouvir palestras sobre história."3 Contudo, Jorge não demorou muito tempo a perceber que Feodora nunca seria tão sagaz e inteligente como Carlota. Após a morte do seu terceiro filho, Feodora passou a passar o menor tempo possível em Meiningen.3 Em 1866 Jorge tornou-se duque de Meiningen, tornando-a sua consorte.

Morte[editar | editar código-fonte]

Feodora contraiu febre escarlate em janeiro de 1872, vindo a morrer no mês seguinte. Apesar das muitas diferenças que existiam entre eles, Jorge tinha gostado muito dela e quando ficou doente, ficou genuinamente preocupado, enviando telegramas aos pais dela duas vezes por dia.3

Referências

  1. Koller, pp. 51-53.
  2. Lundy, Darryl. "The Peerage: Georg II Herzog von Sachsen-Meiningen und Hildburghausen"
  3. a b c d Koller, p. 53.