Fernão Gonçalves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Fernão Gonzalez)
Ir para: navegação, pesquisa
Fernão Gonçalves
conde de Castela
Estatua de Fernão Gonçalves na Praça do Oriente em Madrid. Esculpida em pedra branca entre 1750 e 1753
Governo
Reinado Condado de Castela
Dinastia Conde de Castela
Vida
Nome completo Fernão Gonzalez
Nascimento 910
Castelo de Lara
Morte 970 (60 anos)
Burgos
Pai Gonçalo Fernandez
Mãe Muniadona Nuñez "a Cometissima"
Túmulo de Fernando Gonzalez na Igreja da Colegiada de São Cosme e Damião de Covarrubias.

Fernão Gonzalez (em latím, Fredinandus Gundisalviz; Castelo de Lara, c. 910 - Burgos, 969/970) foi conde de Castela de 932 até a sua morte em 969 ou 970. Ficou no entanto mais conhecido pela forma como era referido nas canções de gesta, que o referiam como Fernan Gonzalez em vez de Fredinandus Gundisalviz.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Conde de Castela, filho de Gonçalo Fernandez, que tinha sido nomeado conde de Castela (899) e de Burgos (915), e que por tradição é um descendente de semi-lendário juiz Nuño Rasura. Sua mãe Muniadona Nunes foi sempre lembrada pelos condes de Castela posteriores, mesmos nas cortes muçulmanas da Península onde os estudiosos a denominavam como Ibn Mama Duna (descendente de Muniadona).

Fernão Gonçalves foi uma personagem activa e fundador de uma dinastia que iria governar os territórios de Castela, lançando dessa formas as bases para seu status como futuro reino um reino independente, dando origem ao futuro Reino de Castela. No ano 932, o conde Fernão aparece pela primeira vez com o título de conde dentro da organização administrativa do leste do Reino de Leão.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Gonçalo Fernandez (m. 915), conde em Burgos e conde de Castela e de Muniadona Nuñez. Casou por duas vezes, a primeira com Sancha Sanches de Pamplona, filha de Sancho Garcês I, rei de Pamplona e de Toda Aznares, de quem teve:

O segundo matrimónio foi com Urraca Garcês de Pamplona (m. ca. 1008), filha de Garcia Sanches I de Pamplona e de Andregoto Galíndez de quem teve:

  • Pedro Fernandes

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências