Fernando Carlos José de Áustria-Este

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fernando Carlos José de Áustria-Este
Príncipe de Módena e Reggio
Arquiduque da Áustria
Nome completo
Fernando Carlos José de Áustria-Este
Casa Áustria-Este
Pai Fernando Carlos de Áustria-Este
Mãe Maria Beatriz d'Este
Nascimento 25 de Abril de 1781
Milão, Ducado de Milão
Morte 5 de novembro de 1850 (69 anos)
Altmünster, Áustria

Fernando Carlos José de Áustria-Este (em italiano: Ferdinando Carlo Giuseppe d'Asburgo-Este; em alemão: Ferdinand Karl Joseph von Österreich-Este) (Milão, 25 de abril de 1781 - Altmünster, 5 de novembro de 1850), foi príncipe de Módena e Reggio e arquiduque da Áustria.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Família[editar | editar código-fonte]

Fernando Carlos era o sexto filho do arquiduque Fernando Carlos de Áustria-Este, regente do Ducado de Milão e herdeiro do Ducado de Módena e Reggio; e de Maria Beatriz d'Este, soberana do Ducado de Massa e Carrara. Seus avós paternos foram Francisco I do Sacro Império Romano-Germânico e Maria Teresa I, imperatriz da Áustria; e seus avós maternos foram o duque Hércules III de Módena e Maria Teresa Cybo-Malaspina, duquesa soberana de Ducado de Massa e Carrara.

Carreira militar[editar | editar código-fonte]

Antes de iniciar sua brilhante carreira no exército austríaco, Fernando frequentou a academia militar de Viena. Em 1805, durante a Terceira Coligação contra a França, foi comandante-em-chefe das forças austríacas, tendo o general Karl Mack von Leiberich como chefe de seu estado-maior. Em outubro seu exército foi cercado na Batalha de Ulm. O general Mack acabou se rendendo, mas Fernando conseguiu escapar para a Boêmia com 2.000 homens da cavalaria. Lá, ele reassumiu o comando das tropas e reuniu a milícia local. Com um total de 9.000 homens, entrou em Iglau para dispersar a atenção dos movimentos da coalizão. Fernando conseguiu deter a divisão bávara do príncipe Karl Philipp von Wrede, impedindo sua participação na Batalha de Austerlitz.

Em 1809, na Quinta Coligação contra a França, Fernando comandou um exército de 36.000 homens. Em abril, ele invadiu o Ducado de Varsóvia, na esperança de incentivar uma revolta local contra Napoleão, mas os poloneses se uniram ao príncipe Józef Antoni Poniatowski. Fernando foi derrotado na Batalha de Raszyn, mas conseguiu ocupar Varsóvia. Em junho, porém, o arquiduque foi obrigado a retirar-se de Varsóvia e abandonar Cracóvia e Galícia.

Em 1815, durante a Sétima Coligação contra a França, Fernando comandou duas divisões da reserva austríaca. No ano seguinte, foi nomeado comandante militar na Hungria.

Em 1830, foi nomeado governador civil e militar da Galícia, fixando residência em Lviv . Após as Revoluções de 1848, passou a residir principalmente na Itália.

Morte[editar | editar código-fonte]

Fernando morreu em 5 de novembro de 1850, no Castelo Ebenzweier, em Altmünster, aos 69 anos de idade. Nunca se casou. Seu corpo foi sepultado na Cripta Imperial de Viena.

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Nota[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fernando Carlos José de Áustria-Este