Fernando Chui Sai-on

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brasão de armas da Região Administrativa Especial de Macau

Política de Macau

Região Administrativa Especial
Princípio de "1 país, 2 sistemas"
Lei Básica
Declaração Conjunta
Órgãos de poder atuais
Sistema "Partidário" (ou Associativo)
Freguesias e Municípios
Sufrágio indireto em Macau
Eleições na RAEM
  • Legislativas: 2001 - 2005 - 2009 - 2013
  • Para o CE: 1999 - 2004 - 2009
Portal.svg Portal de Macau
Fernando Chui Sai-on.

Fernando Chui Sai-on GCM, em chinês 崔世安; em pinyin: Cuī Shì'ān, (Macau, 13 de janeiro de 1957) é um político de Macau.

De nacionalidade chinesa, desde 20 de Dezembro de 2009, ele é o actual chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Macau, substituindo Edmund Ho Hau-wah, que foi o primeiro chefe do Executivo (1999-2009) desta cidade chinesa.

Educação[editar | editar código-fonte]

Fernando Chui concluiu a licenciatura em Gestão de Saneamento Urbano da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos da América (EUA). Concluiu na Universidade de Oklahoma, também nos EUA, o mestrado em Gestão de Medicina e o doutorado em Gestão de Saúde Pública.

Carreira profissional e participação cívica[editar | editar código-fonte]

Fernando Chui serviu e trabalhou em diversas organizações, tendo assumido por exemplo os cargos de:

  • chefe do Departamento de Medicina e Saúde da Associação de Beneficência Tong Sin Tong;
  • director executivo da Associação de Beneficência do Hospital Kiang Wu;
  • presidente da Associação Juvenil dos Empregados do Hospital Kiang Wu;
  • membro do Conselho de Administração do Fundo do Banco de Olhos de Macau (em inglês: Macau Eye Bank Fund);
  • presidente honorário da Associação do Pessoal de Enfermagem de Macau;
  • membro e vogal executivo da Federação da Juventude da China;
  • presidente da Associação dos Jovens Empresários de Macau (Jaycees), em 1991;
  • presidente vitalício da Associação dos Membros Seniores da "Macau Junior Chamber of Commerce";
  • presidente do Conselho Fiscal da Associação de Apoio aos Deficientes de Macau;
  • vice-presidente da Assembleia Geral da "Macau Management Association";
  • director da Escola Kiang Peng;
  • director da Escola de Formação Profissional Kiang Peng.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Entre 1992 a 1996, Fernando Chui foi deputado da Assembleia Legislativa de Macau e membro do Conselho de Juventude e do Conselho do Ambiente do Governo de Macau.

Em Agosto de 1999, ele foi nomeado Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura do Governo de Macau, pelo Governo Central de Lisboa. No dia 4 de Dezembro de 2004, foi nomeado de novo para Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura do segundo Governo da RAEM. Entre 1999 a 2009, o Governo da RAEM foi chefiada e encabeçada por Edmund Ho Hau-wah.

No dia 26 de Julho de 2009, Fernando Chui foi eleito, por sufrágio indirecto e mais precisamente por uma "Comissão Eleitoral", para o cargo de terceiro Chefe do Executivo da RAEM. No dia 11 de Agosto de 2009, foi reconhecido e oficialmente nomeado para o cargo pelo Primeiro-ministro da RPC, Wen Jiabao. E, por fim, no dia 20 de Dezembro de 2009, Fernando Chui Sai-on tomou oficialmente posse do cargo de Chefe do Executivo de Macau, para um mandato de 5 anos.[1]

Escândalos[editar | editar código-fonte]

Quando era Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura (1999-2009), Fernando Chui esteve envolvido em vários escândalos.[2] O mais notável de todos eles foi sem dúvida o caso da derrapagem orçamental (o orçamento ultrapassou mais de 70% do que fora previsto inicialmente) na organização dos 4º Jogos da Ásia Oriental, em 2005. E mais ainda, este caso esteve depois intimamente ligado ao famoso caso de corrupção protagonizado por Ao Man Long, que foi Secretário para os Transportes e Obras Públicas até à data da sua detenção, em 2006. Como resultado destes acontecimentos, a sua imagem política e pública ficou gravemente afectada e alguns cidadãos de Macau acusam-no de corrupção.[3] [4]

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Macau é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.