Fernando Lima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Fernando Lima
Fernando Lima por Bottelho
Nome completo Fernando Manuel Lima Valadas Fernandes
Pseudónimo(s) Fernando Lima
Nascimento 1951 (63 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade Portugal Portuguesa
Ocupação Advogado, Gestor

Fernando Manuel Lima Valadas Fernandes (Lisboa, 1951) é um Advogado e Gestor português.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, é ainda pós-graduado em Direito Europeu e em Contabilidade e Finanças pelo ISEG de Lisboa, Curso de Managing Corporate Legal Affairs pelo Management Centre Europe de Bruxelas, Curso de Negociação e Técnicas de Mediação pelo Management Centre Europe de Bruxelas e Post graduado em Direito Público pela Universidade Católica Portuguesa.

Fala Inglês, Francês, Alemão, Italiano e Castelhano.

Cquote1.svg "Acredito que as empresas têm uma alma, que resulta da coesão dos que se dedicam, que as servem, e não se servem…"
Cquote2.svg
Fernando Lima 2011
"…"Honra-me muito ter conseguido salvaguardar o sustento de 4000 famílias[2]
{{{2}}}

Actividade profissional[editar | editar código-fonte]

Fernando Lima é Membro do Conselho Consultivo da CIP, 2010, Presidente do Conselho de Administração da Galilei SGPS, Presidente do Conselho Administração da Construtora ABRANTINA, S.A. e Presidente Executivo da ABRANTINA – SGPS-S.A.[3]

"…"Temos ambições, somos determinados mas também somos realistas. Não queremos vender ilusões, pois nada está ganho, mas tudo pode ser perdido num mundo de incertezas, em profunda mutação e num país que passa por terríveis dificuldades nos domínios financeiro e económico. Com a compreensão de todos os stakeholders, com o trabalho empenhado de colaboradores motivados por um horizonte de esperança e com a fidelidade aos valores que elegemos, espero que consigamos ultrapassar todos os obstáculos e afirmar o nome GALILEI como referência de boas práticas e sucesso empresarial. …"
Fernando Lima

Desenvolve actividade na abertura de mercados e direcção estratégica de empresas e sucursais de empresas desde 1986 em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Brasil, Venezuela, Grã-Bretanha, Argélia, Marrocos, Malásia, Tailândia e Singapura.

Entre 1994 e 2000 foi Presidente do Conselho de Administração da ENGIl,SGPS- S. A, de 1990 a 1999, Administrador da SGAL – Soc. Gestora do Alto do Lumiar, S.A. e Presidente da Direcção da ANEOP – As. Nac. de Empreit. Obras Públicas[4] [5] [6] , Vice Presidente das Sociedade: GERCO-Soc. Engenharia Electrónica, SA., Administrador da GERIL – AMEC, Lda. (Manchester/Londres), Administrador da ENGIL – Sociedade de Construção Civil, S.A. e entre 1975 e 1986, Director do Contencioso do Grupo ENGIL.

Fernando Lima foi professor de História Contemporânea do Secundário e membro de variadas associações profissionais.

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • "Sobre a Responsabilidade dos Diversos Intervenientes no Acto de Construir" in Revista de Engenharia, 1990
  • Sobre o Advogado de Empresa" in Revista da Ordem dos Advogados, 1986;
  • Editor de livros sobre Maçonaria.

A Advocacia[editar | editar código-fonte]

Em entrevista ao Expresso, Fernando Lima afirma a sua missão "é defender o interesse dos accionistas e dos trabalhadores". E, como tal, "sempre que detectar operações irregulares e que tenham criado prejuízos não deixará de actuar judicialmente".

Admitiu avançar com acções que responsabilizem gestores ou ex-gestores que tenham causado prejuízos, como fez a equipa de Cadilhe ao avançar com o arresto de bens do fundador do BPN, José Oliveira Costa, e da sua mulher, assim como do ex-administrador António Franco.[7]

O Maçon[editar | editar código-fonte]

Grande Oriente Lusitano - Maçonaria Portuguesa

Fernando Lima foi iniciado na R:. Loja Universalis. Desempenhou vários cargos em Loja, incluindo: Ven:.M:., Orador:., Gr∴Secretário do C∴Ordem, como Gr∴Intendente do Património - DEC Nº 004-CO/2008.2009, Ven∴M∴ da Resp∴L∴ Hiram 65 (Homenagem a Salvador Allende) - DEC Nº 026-CO/2007.2008, Comissão Paritária da Obediência ou Altos Graus ligados por Tratados de Amizade- DEC Nº 005-CO/2008.2009;[8] É o Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano.

Organizações Para-maçónicas[editar | editar código-fonte]

É membro Efectivo da Direcção da Sociedade Promotora de Escolas, membro Efectivo da Direcção do Internato de São João, membro do Conselho Directivo do Grémio Lusitano e seu Presidente desde 2008.

Referências