Fernando de Portugal, Duque da Guarda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Armas do Infante D. Fernando, Duque da Guarda e Senhor de Trancoso.

D. Fernando, Infante de Portugal, 1º Duque da Guarda e 1º Senhor de Trancoso (Abrantes, 5 de Junho de 1507 - Abrantes, 7 de Novembro de 1534), foi um Infante de Portugal, filho do Rei D. Manuel I e da sua segunda esposa, a Rainha D. Maria de Aragão e Castela.[1]

Foi feito Duque da Guarda e Senhor de Trancoso ainda bastante jovem, e recebeu as rendas de diversas outras vilas portuguesas, como Alfaiates, Sabugal, Abrantes, Lamego e Marialva.

Casou em 1530 com Guiomar Coutinho, 5ª Condessa de Marialva e 3ª Condessa de Loulé, tendo do enlace nascido dois filhos, um morto à nascença, e outra, de nome Luísa.

D. Fernando faleceu em Abrantes em 1534, sendo sepultado na Igreja de São Domingos daquela cidade. Filipe I de Portugal fez trasladar os restos mortais do Infante para os Mosteiro dos Jerónimos.

Referências

  1. Serrão, Joel (1965). "Fernando, D. (1507-1534)". Dicionário de História de Portugal II. Ed. não referenciado. Lisboa: Iniciativas Editoriais. p. 213. ISBN 9726611601 
Realeza Portuguesa
Casa de Avis
Descendência
Ordem Avis.svg
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.