Ferradura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde abril de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Uma ferradura numa porta

A ferradura é uma peça que pode ser feita de vários materiais diferentes - ferro, alumínio e plástico, entre outros. É utilizada em cavalos e outros animais como mulas, jumentos e afins, como proteção dos cascos.

Em várias culturas a ferradura é utilizada também como um amuleto, objeto que traz sorte, ao ser pendurada na porta.

Origem possível é a influência dos Judeus na cultura brasileira, especialmente nos interiores do Brasil. Os sertões e roças sofriam grande influência do povo judeu em suas fundações devido a breve passagem junto com os holandeses, que logo foram para nova Amsterdam.

Possivelmente essa crença veio da Chamsa que era uma espécie de amuleto profético dos Judeus. Alguns dos que fugiram para o sertão era empregados de judeus que segundo os relatos dos moradores mais antigos do sertão ensinaram muita coisa para os nordestinos.

É comum vermos cavalos com ferraduras nas patas. Essa peça é colocada para proteger o casco dos animais.

A ferradura foi inventada por volta do século 10, quando os homens viram a necessidade de proteger os equinos. A ferradura surgiu no formato de sandálias feitas de grama trançada.

Em seguida, o líder mongol, Genghis Khan, passou a utilizar a ferradura de couro, que durava mais tempo e tinha mais poder de fixação ao casco. Mais tarde, os gregos evoluíram a invenção e criaram a hipo-sandália, feita de chapas de ferro presas com tiras de couro.

Atualmente, as ferraduras apresentam design e material ortopédicos e corretivos. As ferraduras modernas são feitas de alumínio leve, aço e alumínio.

Essas placas de ferro ajudam a preservar os cacos e evitar problemas para o animal. A ferradura evita defeitos de formação do casco e reduz irregularidades da marcha.

O cavalo pisa sobre a extremidade de um único dedo, protegido por um casco, que a uma unha córnea. Na Antiguidade, os cavalos não eram ferrados e, como os casco se desgastavam depressa, os animais não podiam trabalhar por muito tempo. Por volta do século X, no Ocidente, passaram a colocar as ferraduras, cujos cravos se enterravam na parte morta do casco. E o costume se espalhou.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ferradura
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.