Ferrari F2003GA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ferrari F2003GA
Barrichello 2003.jpg
Visão Global
Produção 2003
Fabricante Ferrari
Modelo
Carroceria Monoposto de corrida
Designer Ross Brawn
Rory Byrne
Ficha técnica
Motor Ferrari 052 V10
Transmissão Ferrari semi-auto 7 velocidades
Dimensões
Comprimento 4545 mm
Entre-eixos 3100 mm
Largura 1796 mm
Altura 959 mm
Peso 600 kg
Cronologia
Último
Último
Ferrari F2002
Ferrari F2004
Próximo
Próximo

O F2003GA é o modelo da Ferrari da temporada de 2003 da F1. Foi guiado por Michael Schumacher e Rubens Barrichello a partir da quinta etapa, o Grande Prêmio da Espanha em Montmeló. O "GA" é em homenagem a Gianni Agnelli, que faleceu em 2003. A equipe conquistou o mundial de pilotos e de construtores.

Resumo da temporada com o F2003GA[editar | editar código-fonte]

No início da temporada foi utilizado o F2002, que foi um carro impressionante por seu domínio na temporada de 2002, vencendo 14 dos 15 GPs que foi utilizado. O F2003GA foi baseado no anterior com linhas parecidas. Porém o desempenho não era o mesmo, até por isso atrasaram a sua estreia, que foi no quinto GP da temporada, o da Espanha.

A equipe vinha mais ou menos no campeonato, Schumacher estava com 18 pontos, 14 a menos que o líder, e Barrichello estava com 14 pontos. Na estreia do carro, Schumacher conquista a sua segunda vitória e fica próximo de Räikkönen, então líder do campeonato e que não completou a corrida. Três GPs mais tarde, Schumacher assumia a liderança pela primeira vez no ano com quatro vitórias conquistadas. A Ferrari não chegava nem perto do desempenho do ano anterior mas era, pelo menos, eficiente. Após a vitória no Canadá, Schumacher só foi vence nos GPs que acabaram sendo decisivos, o da Itália, e o dos EUA que acabou deixando-o em ótimo estado para conquistar o título. Mas nesses cinco GPs, o máximo que conquistou foi um terceiro lugar na França e teve um péssimo desempenho na Hungria, chegando em oitavo, uma volta atrás do vencedor que foi o jovem Fernando Alonso. Barrichello havia conquistado quatro terceiros lugares, além da brilhante vitória no GP da Inglaterra. Porém teve os três únicos abandonos com F2003GA, na Alemanha e EUA por acidente, e na Hungria por uma quebra da suspensão traseira na reta.

No último GP do ano, só Schumacher e Räikkönen tinham chances de título, mas Räikkönen estava em situação muito difícil, pois Schumacher só precisava chegar em oitavo, mesmo ele vencendo. A situação de Räikkönen piorou no treino qualificativo, mesmo Schumacher tendo problemas e tendo que largar em 14º lugar, Kimi conseguiu apenas a oitava posição. O GP que parecia estar fácil para o título de Schumacher, ficou emocionante quando Räikkönen estava em segundo e Schumacher teve que trocar o bico, por ter colidido em Sato. Mas no fim não adiantou os esforços de Kimi, pois Barrichello venceu a prova e Schumacher chegou em oitavo. Os títulos de construtores e pilotos vieram, o quinto consecutivo de equipes e o quarto de pilotos, inclusive com a quebra do recorde de títulos de Juan Manuel Fangio por Schumacher, que nesse ano mesmo não sendo brilhante, conquistou o seu hexacampeonato.

Resultados[editar | editar código-fonte]

(legenda) (resultados em negrito indica pole position) (resultados em itálico indica volta mais rápida)

Ano Equipe Motor Pneus Pilotos 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Pontos Pos
2003 Ferrari Ferrari 051B V10 B AUS MAL BRA SMR ESP AUT MON CAN EUR FRA GBR GER HUN ITA USA JPN 158
1 Schumacher 1 1 3 1 5 3 4 7 8 1 1 8
2 Barrichello 3 3 8 5 3 7 1 Ret Ret 3 Ret 1