Alkantara Festival

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Festival Alkantara)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde maio de 2010).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Alkantara festival é o maior festival de Lisboa dedicado às artes performativas, à altura dos seus congéneres de outras capitais europeias. É um evento que enriquece fortemente a oferta cultural lisboeta e coloca a cidade no calendário cultural internacional. Foi criado por Mark Deputter em 2006, a partir do projecto Danças na Cidade.

Em formato bienal, levado a cabo nos anos pares, o festival aposta numa programação de propostas artísticas contemporâneas, surpreendentes e inovadoras, de teatro, dança e outras artes performativas; com artistas com forte visão pessoal, com espectáculos que privilegiam o questionamento à resposta e que assumem a complexidade do mundo em que vivemos e com espectadores abertos à reflexão e a colocar em causa as suas próprias perspectivas.

Pretende dar visibilidade às artes performativas contemporâneas portuguesas, estimular a criação artística Portuguesa através de encomendas e co-produções, criar momentos de encontro entre artistas e profissionais europeus e de outras culturas do mundo, aumentar o interesse do público pelas artes performativas contemporâneas e pela criação “não-ocidental” e, finalmente, promover o reconhecimento da importância da diversidade cultural e entendimento intercultural junto dos artistas, profissionais e público.

Edição alkantara festival 2010[editar | editar código-fonte]

A edição 2010 do alkantara festival, sob direcção artística de Thomas Walgrave, realizou-se de 21 de Maio a 9 de Junho de 2010 em Lisboa e, pela primeira vez, no Porto, numa curta extensão de 21 a 27 de Maio.

Durante três semanas, o alkantara festival acolheu cerca de trinta performances de dança, de teatro - e de tudo o que se encontra entre eles - de artistas oriundos da Argentina, Áustria, Canada, Croácia, Suíça, Egipto, Estados Unidos, França, Portugal, Bélgica, Japão, China, Países Baixos, Brasil, Espanha, Hungria, Nova Zelândia, África do Sul, Dinamarca, Equador, Grécia, Itália, entre outros. alkantara festival 2010 contou, tal como nas edições anteriores, com a parceria dos principais teatros e equipamentos culturais de Lisboa (São Luiz Teatro Municipal, Maria Matos Teatro Municipal, Culturgest, Centro Cultural de Belém, Teatro Nacional D. Maria II, Museu da Electricidade, Museu do Oriente, Museu Berardo, entre outros). Pela primeira vez, foi feita também uma extensão do festival no Porto, através de uma parceria estabelecida com o Teatro Nacional São João.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Cultura é um esboço relacionado ao Projeto Cultura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.