Figada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Figada é um doce produzido, geralmente de forma artesanal, à base de figo. É uma sobremesa bastante consumida no interior de diversos estados brasileiros, sobretudo nos do Centro-Sul, como São Paulo e Rio Grande do Sul.

A figada pode ser produzida de duas maneiras:

Modo 1[editar | editar código-fonte]

Ingredientes[editar | editar código-fonte]

Figo maduro
Açúcar cristal
Cravo e canela (a gosto)

Modo de preparar[editar | editar código-fonte]

Desponte o figo e moa-o com a casca. A massa obtida deve ser acompanhada de igual quantidade de açúcar. Se o figo for muito maduro, coloque em torno de 20% menos de açúcar. Coloque essa mistura no tacho, acrescente o cravo e a canela, mexendo sempre. O fogo deve ser mais forte no início, sendo diminuído gradativamente. Quando chegar ao ponto, retirar do tacho e acondicionar para guardar.[1]

Modo 2[editar | editar código-fonte]

Ingredientes[editar | editar código-fonte]

1 kg de figo
800 g de açúcar
Água o suficiente

Modo de preparar[editar | editar código-fonte]

Leve as frutas ao fogo, com água para cozinhar, previamente descascadas, descaroçadas e cortadas. Quando estiverem macias, escorra em uma peneira de taquara, deixando escorrer até o dia seguinte. Pese a massa: para cada quilo da mesma, acrescente 800g de açúcar. Leve ao fogo, mexendo sempre, até aparecer o fundo da panela. Coloque o doce em caixetas de madeira forradas, e exponha ao sol por 2 ou 3 dias, até ficar uma camada açucarada por cima.[2]

Referências

  1. Página do Gaúcho - Culinária - Figada. <http://www.paginadogaucho.com.br/culi/figada.htm>, acessado em 9 de março de 2009.
  2. Bem Feitinho - Sobremesas - Figada. <http://tvtem.globo.com/culinaria/receita.asp?EditoriaID=30&codigo=3341>, acessado em 9 de março de 2009.
Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.