Filetero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Filetero (ca. 343 a.C. [1]263 a.C.[2] ) foi o primeiro rei de Pérgamo da era helenística, o fundador da Dinastia Atálida [3]

Pérgamo era onde Lisímaco, filho de Agátocles e um dos sucessores de Alexandre, guardava seu tesouro. Lisímaco confiou a cidade e o tesouro, de nove mil talentos a Filatero de Tiana, um eunuco[3] (segundo Pausânias, Filetero era da Paflagónia[4] ).

Filetero se tornou eunuco por acidente: quando ele era um bebê, estava no colo da sua babá, assistindo a um funeral; ela foi comprimida pela multidão e acabou mutilando Filetero[3] .

As relações entre Filetero e Lisímaco eram boas, até que Arsínoe, esposa de Lisímaco, acusou falsamente Filetero.[3] Em 283 a.C. [5] ele se revolta, mas Lisímaco não consegue recuperar Pérgamo, por causa de seus problemas: ele teve que condenar à morte seu filho Agátocles [3] , acusado de traição por Arsínoe [6] e teve que resistir à uma invasão de Seleuco I Nicator[3] .

Pausânias apresenta outro motivo para a revolta: Filetero teria se revoltado após ver o que aconteceu com Agátocles, e estaria preocupado com tratamento que receberia de Arsínoe[7] .

Filetero governou o Reino de Pérgamo por vinte anos[3] e foi sucedido por seu sobrinho Êumenes I, filho do seu irmão Êumenes[8] .

Referências

  1. Conforme Luciano de Samósata, Macrobii, Filetero viveu oitenta anos [em linha]
  2. James Ussher, The Annals of the World 263 BC
  3. a b c d e f g Estrabão, Geografia, Livro XIII, Capítulo 4, 1 [fr] [en] [en] [en]
  4. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 1.8.1 [em linha]
  5. James Ussher, The Annals of the World 283 BC [em linha]
  6. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 1.10.3
  7. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 1.10.4
  8. Estrabão, Geografia, Livro XIII, Capítulo 4, 2 [fr] [en] [en] [en]