Filhos de Ilúvatar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal A Wikipédia possui o
Portal Terra-média

Nas obras fictícias de J. R. R. Tolkien, os Filhos de Ilúvatar ou Filhos de Eru são os Elfos (também chamados de os Primogênitos) e os Homens (também chamados de os Sucessores). Ilúvatar ou Eru, na mitologia tolkeniana, é o Criador do universo e seu Deus supremo.[1] A história de sua criação é contada no "Quenta Silmarillion", em O Silmarillion de 1977.

Os Elfos, primeiros a nascer, despertados às margens do lago Cuiviénen, seriam ligados a Arda (a Terra) até seu fim, portanto, dotados de imortalidade.[2] Os homens, que vieram depois, despertados em Hildórien, receberam de Eru o dom da mortalidade,[3] não são ligados a Arda até seu fim, o que muitas vezes é confundido com uma punição divina. Os Anões não são contados entre os Filhos de Ilúvatar, pois não foram criados pelo próprio Ilúvatar, mas sim por Aulë, um Vala que impacientou-se com a demora para a chegada dos Filhos. Eru repreendeu Aulë, mas deixou-os viver, com a condição de despertarem após os Primogênitos. Foi concedido aos Anões o dom do livre-arbítrio por Ilúvatar (não poderia ter sido concedido por Aulë, que não possui esse poder), e foram adotados entre os Seus Filhos, sendo chamados de Filhos Adotivos de Ilúvatar. Os Anões seguem o mesmo destino dos homens após a morte. Os espíritos Ainur, não são contados entre os Filhos de Ilúvatar, apesar de terem sido criados por Seu pensamento.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Williams, Donald T.. Mere Humanity: G. K. Chesterton, C. S. Lewis, and J. R. R. Tolkien on the Human Condition (em en). Nashville, TN: B&H Publishing Group, 2006. p. 118. ISBN 0805440186
  2. Fonstad, Karen Wynn. The Atlas of Middle-earth (em en). Boston: Houghton Mifflin Harcourt, 2014. p. 1. ISBN 0547524404
  3. Cawthorne, Nigel. A Brief Guide to J. R. R. Tolkien: A comprehensive introduction to the author of The Hobbit and The Lord of the Rings (em en). Londres: Hachette UK, 2012. ISBN 1780338600