Filipa, infanta de Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde Agosto de 2011).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Brasão de Armas da família Coimbra-Urgell.

D. Filipa de Coimbra, Infanta de Portugal (1437-1493) foi uma nobre portuguesa.

Filha do Infante de Avis D. Pedro, 1' Duque de Coimbra, e de D. Isabel de Aragão, condessa de Urgel.

Solteira, viveu recolhida, embora sem professar, no Mosteiro de Odivelas.

Tia de D. João II e da Princesa Santa Joana serviu de segunda mãe aos filhos da Rainha D. Isabel, sua irmã e esposa de D. Afonso V.

Criou D. João II na veneração da memória do avô materno D. Pedro, "o das sete partidas", seu pai.

Origens da família[editar | editar código-fonte]

D. Filipa era filha do duque de Coimbra, D. Pedro de Coimbra e de D. Isabel de Urgel, por sua vez filha do Conde Jaime II de Urgel, pretende legítimo ao trono caatalão após a morte do rei Martim I de Aragão e derrotado com o Compromisso de Caspe. Além de ser neta do Conde de Urgel, D. Filipa era, portanto, bisneta do Rei Pedro IV de Aragão.

Pela linha paterna, era neta de D. João I de Portugal e de D. Filipa de Lencastre, princesa inglesa. O seu pai, o Duque D. Pedro de Coimbra, torna-se Regente com a morte do Rei D. Duarte de Portugal, seu irmão, durante a menoridade de D. Afonso V de Portugal.

D. Filipa de Coimbra era a mais novaa de seis irmãos. O seu irmão mais velho, D. Pedro de Coimbra tornar-se-ia Conde de Barcelona (1464-1466) durante a Guerra Civil Catalã, contra João II de Aragão . Outro irmão, D. João de Coimbra, tornou-se rei de Chipre pelo seu casamento com a Princesa Carlota de Lusignan. A irmã D. Isabel de Coimbra casou com o seu primo, o Rei D. Afonso V, e foi, assim, Rainha de Portugal. O seu irmão D. Jaime de Coimbra segue a carreira religiosa na sombra do papa Borgia Calisto III, tornando-se cardeal e arcebispo de Lisboa, Arras (Flandres) e Paphos (Chipre). Por fim, a irmã D. Beatriz de Coimbra tornou-se Senhora de Ravenstein ao casar com Adolfo de Cleves.

D. Filipa de Coimbra nasceu três anos depois do assassinato de seu avô, Jaume d'Urgell, 01 de junho de 1433, o Xàtiva prisão. Uma morte ocorreu quando ele tinha acabado de chegar de sua liberação resultado de negociações entre os pais de Filipa, Pedro de Coimbra e Isabel de Urgell, Catalunha e Rei Afonso, o Magnânimo.

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4. João I de Portugal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2. Pedro de Portugal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5. Filipa de Lencastre
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1. Felipa de Coimbra
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
6. Jaime II de Urgel
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3. Elizabeth d'Urgell e Aragão
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
7. Isabel de Mallorca
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • La princesa a l'Exili, Felipa de Coïmbra i d'Urgell (1435-1497), Josep Mayolas, Barcelona, 2011.
  • Nobreza de Portugal i Brasil, Vol I, 1989, Zairol Lda, Lisbona.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]