Filipe II da Borgonha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Filipe II, Duque da Borgonha)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Filipe, o Audaz
250px
Duque de Borgonha
Reinado 1363 — 27 de abril de 1404
Predecessor João, o Bom
Sucessor João sem Medo
Esposa Margarida III da Flandres
Descendência
João sem Medo
Margarida de Borgonha
Antônio de Brabante
Filipe de Nevers
Casa Real Casa de Valois-Borgonha
Pai João II de França
Mãe Bona de Luxemburgo
Nascimento 17 de janeiro de 1342
Pontoise
Morte 27 de abril de 1404 (62 anos)
Halle, Condado de Hainaut

Filipe de Valois (15 de Janeiro de 134227 de Abril de 1404), cognominado Filipe, o Audaz, foi Duque da Borgonha e uma das personagens importantes do século XIV.

Filipe era o filho mais novo do rei João II de França, o seu favorito e de Bona de Luxemburgo. Em 1356, com apenas catorze anos, lutou ao lado do pai na batalha de Poitiers e foi feito prisioneiro. Nos anos seguintes, passados na corte inglesa, Filipe ganhou o cognome o Bravo (le Hardi), pela coragem demonstrada perante o rei Eduardo III de Inglaterra que desafiava abertamente.

Em 1363, dois anos depois da morte de Filipe de Rouvres, João II entregou o Ducado da Borgonha a Filipe, que se tornou o primeiro duque Valois. Em 1369, Filipe casou com Margarida de Dampierre, herdeira e mais tarde Condessa da Flandres. Este casamento trouxe ao Ducado da Borgonha a Flandres, os Condados de Artois, Nevers e Rethel e os Ducados de Brabante e Limburg.

Entre 1380 e 1388, Filipe da Borgonha foi regente de França com os seus irmãos, em nome do sobrinho Carlos VI de França. Mesmo após perder este estatuto Filipe continuou a exercer sua influência sobretudo quando o rei caía numa fase psicótica (Carlos VI sofria do distúrbio bipolar). O seu poderio era apenas ameaçado por Luís de Valois, Duque de Orleans e irmão do rei, que controlava o país nas fases lúcidas de Carlos VI.

Filipe da Borgonha foi o organizador da última tentativa de cruzada, contra os turcos do Império Otomano que ameaçavam Constantinopla (ver A queda de Constantinopla para um enquadramento histórico desta ameaça). A campanha, que acabou desastrosamente na batalha de Nicópolis foi comandada pelo seu filho, João de Nevers.

Descendência[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Filipe I de Rouvres
Duque da Borgonha
1363 - 1404
Sucedido por
João Sem Medo