Filipe da Madre de Deus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Frei Filipe da Madre de Deus (c. 1630 - c. 1700) foi um compositor português do século XVII, nasceu em Lisboa e faleceu provavelmente em Sevilha, na Espanha. Foi frade no convento da Madre de Deus, em Lisboa.

Vida[editar | editar código-fonte]

Filipe da Madre de Deus nasceu em Lisboa, cerca de 1620.


Obra[editar | editar código-fonte]

Filipe da Madre de Deus compôs principalmente villancicos e Tonos para diversas ocasiões e feriados, incluindo uma saudação ao 18o aniversário de Afonso VI de Portugal, Ostente Aplausos festivos, E as famosas negro villancico para o Natal,Antonya, Flaciquia, Gasipà. Também compôs um coral sacro com acompanhamento em baixo contínuo.

Gravações[editar | editar código-fonte]

As seguintes gravações incluem obras de Madre de Deus:

  • 1994 - Canções, Vilancicos e Motetes Portugueses. Paul van Nevel and Huelgas Ensemble. Sony Classical SK 66288. Track 12 "Antonya, Flaciquia, Gasipà".
  • 2004 - Villancicos y Danzas Criollas. Hespèrion XX and Jordi Savall. Alia Vox. Track 9 "Antonya, Flaciquia, Gasipà".
  • 2007 - Flores de Lisboa - Canções, vilancicos e romances portugueses. A Corte Musical and Rogério Gonçalves. Le Couvent K617195. Track 12 "Ostente aplausos festivos".
  • 2008 - Vilancicos Negros do Século XVII. Coro Gulbenkian conducted by Jorge Matta. Portugaler 1016-2. Track 3 "Antonya, Flaciquia, Gasipà".

Referências

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.