Filtro FIR

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde junho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Um filtro FIR ou de resposta ao impulso finita é um tipo de filtro digital caracterizado por uma resposta ao impulso que se torna nula após um tempo finito, em contraste com os filtros IIR.

Um filtro FIR digital genérico terá uma saída dada pela fórmula:

y\left (n\right)=h_0 x\left(n\right)+ h_1 x\left(n-1 \right)+...+h_P x\left(n-P \right)

Onde P é a ordem do filtro, x(n) o sinal de entrada, y(n) o sinal de saída e h_{i} são os coeficientes do filtro.

A equação anterior também pode ser expressa por:

y\left(n\right)=\sum_{i=0}^{P}h_i x\left(n-i\right)

Estrutura[editar | editar código-fonte]

A estrutura básica de um filtro FIR é:

FIR estr.PNG


Na figura os termos h são os coeficientes e os T são os elementos de atraso.

Propriedades[editar | editar código-fonte]

Os filtros FIR apresentam algumas propriedades úteis que podem os tornar preferíveis aos filtros IIR. Os filtros FIR:

  • São inerentemente estáveis.
  • Não usam realimentação. Em consequência os erros de arredondamento não se acumulam.
  • Podem ter fase linear.
  • Podem ter fase mínima.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.