Fim de Semana no Parque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Fim de Semana no Parque"
Canção de Racionais MC's
do álbum Raio X do Brasil
Lançamento 1993
Gravação 1993
Gravadora(s) Zimbabwe Records
Letrista(s) Mano Brown
Faixas de Raio X do Brasil
Último
Último
"Introdução"
(1)
"Parte 2"
(3)
Próximo
Próximo

"Fim de Semana no Parque" é uma canção do grupo brasileiro de rap Racionais MC's, lançada em 1993.

Canção[editar | editar código-fonte]

Primeira canção do LP Raio X do Brasil (1993), "Fim de Semana no Parque" narra um final de semana em um parque localizado a uma hora da "quebrada" do narrador, na periferia sul de São Paulo. Durante o percurso entre o parque e a casa, o personagem cita bairros da região - como o Parque Santo Antônio, Parque Regina, Parque Ipê, Jardim Ingá, Parque Arariba, entre outros - e aponta os contrastes entre a vida dos "manos" e "playboys" que encontra pelo caminho. Com uma crítica afiada à desigualdade social, a letra denuncia abertamente a pobreza na periferia, presença das drogas e assassinato de parceiros, mas também exalta o coletivismo e a união dessa população.[1]

Em um ensaio feito em 1999, a psicanalista Maria Rita Kehl diz que a "inveja da vida dos ricos, dos bairros burgueses, dos privilégios" presente na letra é inevitável,[nota 1] enquanto não há "nada de sombra e água fresca; nada de "área de lazer"[nota 2] na periferia.[2]

Participação especial[editar | editar código-fonte]

O cantor Netinho de Paula faz uma participação no final da canção.

Base musical[editar | editar código-fonte]

O refrão da canção usa "samples" de três frases ("vamos passear no parque", "deixa o menino brincar" e "vou rezar para este domingo não chover"'), oriundas de duas "Dumingaz" e "Frases", de Jorge Ben.

Créditos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Le Monde Diplomatique Brasil (01 de novembro de 2013). Tiarajú D'Andrea: Fim de semana no parque - Vinte anos. Visitado em 14 de novembro de 2013.
  2. Maria Rita Kehl (1999). Radicais, Raciais, Racionais - A grande fratria do rap na periferia de São Paulo. Visitado em 14 de novembro de 2013.

Notas

  1. "Olha só aquele clube, que da hora/ olha aquela quadra, aquele campo, olha/ quanta gente/ tem sorveteria, cinema, piscina quente/ olha quanto boy, olha quanta mina/ afoga aquela vaca dentro da piscina/ tem corrida de kart, dá pra ver/ é igualzinho ao que eu vi ontem na TV./ Olha só aquele clube, que da hora/ olha o pretinho vendo tudo do lado de fora"
  2. "Aqui não vejo nenhum centro poliesportivo/ pra molecada freqüentar nenhum incentivo/ o investimento no lazer é muito escasso/ o centro comunitário é um fracasso/ mas se quiser se destruir está no lugar certo/ tem bebida e cocaína sempre por perto"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]