Final Fantasy Crystal Chronicles: Ring of Fates

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Final Fantasy Crystal Chronicles - Ring of Fates é um jogo de Nintendo DS lançado em 11 de Março de 2008 pela Square Enix, empresa japonesa responsável por outros grandes títulos como Dragon Quest e Secret of Mana. Ring of Fates faz parte da linha de desenvolvimento "Crystal Chronicles", que começou com o lançamento de Final Fantasy Crystal Chronicles em 2006, para Game Cube.[1] [2] [3] [4] [5]

Sistema[editar | editar código-fonte]

Essa linha possui a característica de ser baseada em um sistema de combate em tempo real, que contrasta com o sistema de todos os outros jogos da série, baseados em sistemas de turnos. Apesar de funcionar muito bem no modo Single Player, a linha Crystal Chronicles foi desenvolvida principalmente pensando no modo Multiplayer. Entretanto, Ring of Fates apresentava uma restrição quanto ao uso desse esquema de jogo, pois para se jogar com outros sistemas eram necessários múltiplos consoles (Nintendo DS), cada um com sua própria cópia de FFCC - RoF. Por causa dessa restrição, a equipe de desenvolvimento do jogo criou para ele diversos esquemas de jogo nos quais você pode realizar todos os eventos sozinho, e depois conectar com outros sistemas caso queira. Mas apesar de não ser o foco dessa versão, o sistema Multiplayer ainda é a parte mais divertida de qualquer Crystal Chronicles.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Diferente de seu predecessor, FFCC - RoF possui uma história exposta de forma mais tradicional, geralmente com cenas entre os estágios, alguma até com direito a falas audíveis, uma novidade ainda pouco presente nos jogos para consoles portáteis.

Você começa o jogo com Yuri, irmão gêmeo de Chelinka, e pode assistir à algumas cenas antes de começar a jogar. Em suma, a história é baseada na existência de um templo obscuro e seus governantes, obcecados pelo controle da Blood Moon. A história conta a lenda dos cristais e a criação da lua, que, apesar de ser uma história fantástica, fictícea, tem uma base bem sólida na Teoria Quântica, como o jogador descobre no final do jogo.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.