Fire and Ice (poema)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O autor do poema, Robert Frost (1941)

Fire and Ice ("Fogo e Gelo") é um dos poemas mais populares do estadunidense Robert Frost, publicado em dezembro de 1920 na revista Harper's. Ele discute o fim do mundo, comparando a força elemental do fogo com a emoção e desejo, e gelo com ódio.[1]

O poema[editar | editar código-fonte]

Some say the world will end in fire,

Some say in ice.

From what I’ve tasted of desire

I hold with those who favor fire.

But if it had to perish twice,

I think I know enough of hate

To say that for destruction ice

Is also great,

And would suffice.

Inspiração[editar | editar código-fonte]

O poema foi inspirado em uma passagem do Canto 32 do Inferno de Dante, em que os traidores de sua própria espécie são mergulhados, enquanto num inferno de fogo, até o pescoço no gelo: "um lago tão ligado com gelo, / Não teve como água, mas como um direito claro de vidro ... / Eu vi, onde os pecadores são preservados no gelo. "[1]

Referências

  1. a b Meyers, Jeffrey. On "Fire and Ice" (em inglês) Illinois.edu. Visitado em 25-09-2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.