Flag

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em informática, uma flag (bandeira, em português) é um mecanismo lógico que funciona como semáforo: uma entidade (objecto) detém como activa uma determinada flag se a característica associada a essa flag estiver presente. Em programação, a utilização de flags como interruptor (i.e., valores 1/0, ligado/desligado, activo/inactivo) permite optimizar as estruturas de dados, na medida em que basta apenas um bit para activar determinada característica. Assim, com um simples byte podem-se especificar 8 características de um objecto, conhecendo, de antemão, o significado de cada bit.

Se a estrutura da flag for baseada num sistema binário, então as operações de activação e desactivação e teste serão também optimizadas (ao nível do processamento) já que apenas requerem operações simples de lógica binária.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Obs.: O Mesmo número de BITs é o mesmo número de FLAGS, 8 BITs representa 8 FLAGs.

Configuração FLAG #1 FLAG #2 FLAG #3 FLAG #4
0101 Desabilitada Habilitada Desabilitada Habilitada
1101 Habilitada Habilitada Desabilitada Habilitada

Informações[editar | editar código-fonte]

Bits / Flags Bytes Valor
1 1/8 0 à 1
2 1/4 0 à 3
3 3/8 0 à 7
4 1/2 0 à 15
5 5/8 0 à 31
6 6/8 0 à 63
7 7/8 0 à 127
8 1 0 à 255

Também existem números de Bits maiores, como por exemplo, 32 FLAGs (32 Bits = 4 Bytes) que representam de 0 à 4.294.967.295 em decimal (ou FFFFFFFF em Hexadecimal)

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.