Flaviano I de Antioquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


São Flaviano de Antioquia
Nascimento ca. 320 em Antioquia?
Morte fevereiro de 404 em Antioquia
Veneração por Igreja Católica; Igreja Ortodoxa
Gloriole.svg Portal dos Santos

Flaviano I de Antioquia foi patriarca de Antioquia entre 381-404, ano de sua morte. Flaviano é venerado tanto na Igreja Católica quanto na Ortodoxa como um santo.

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

Flaviano nasceu por volta de 320, provavelmente em Antioquia. Ele herdou uma grande fortuna de seus pais, mas resolveu devotar sua riqueza e seus talentos ao serviço da Igreja. Em associação com Diodoro, que viria a ser bispo de Tarso, ele apoiou a fé cristã ortodoxa contra o herético ariano Leôncio, o bispo de Antioquia. Os dois amigos reuniam seus seguidores fora dos muros da cidade para os serviços religiosos (de acordo com Teodoreto) e foi nestes encontros que a prática do canto antifonal foi pela primeira vez introduzido nos serviços da Igreja[1] .

Quanto Melécio foi designado bispo de Antioquia em 361, ele ordenou Flaviano padre e, quando Melécio morreu, em 381, Flaviano foi escolhido para sucedê-lo. O cisma meleciano, que havia dividido a Igreja de Antioquia, estava, porém, longe de ser resolvido. O bispo de Roma e o patriarca de Alexandria se recusaram a aceitar Flaviano, preferindo ao invés dele Paulino, que tinha sido eleito pelos nicenos extremados eustatianos em oposição à Melécio, que continuava a exercer autoridade sobre uma porção significativa da Igreja local.

Com a morte de Paulino em 383, Evágrio foi escolhido como seu sucessor. Após a morte de Evágrio (ca. 393), Flaviano conseguiu impedir a eleição de um sucessor eustatiano, embora eles continuassem a realizar serviços em separado. Pela intervenção de João Crisóstomo, logo após a sua própria elevação à patriarca de Constantinopla em 398, e a influência do imperador Teodósio I, Flaviano foi reconhecido em 399 como o único e legítimo bispo de Antioquia.

Ainda assim, o cisma meleciano (ou eustatiano) não foi de fato resolvido antes de 415, sob o reinado de Alexandre I de Antioquia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por:
Melécio
Bispo de Antioquia
381–404
com Paulino (381–388)
Sucedido por:
Pórfiro

Referências

  1. Teodoreto. História Eclesiástica: Concerning the cunning of Leontius, Bishop of Antioch, and the boldness of Flavianus and Diodorus. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 19. , vol. II.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Flavian I (em inglês) Encyclopædia Britannica (11ª edição). Página visitada em 18 de fevereiro de 2011.