Fliscorne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O fliscorne (do inglês flugelhorn, nome disseminado no Brasil; em alemão Flügelhorn) é um instrumento de sopro do grupo dos metais da família dos trompetes, porém tendo uma campânula mais cônica, em contraposição à do trompete, que é mais cilíndrica, e sua volta do tubo é também mais espaçosa.

A origem do nome Flügelhorn vem do alemão flügel (asa; ala) e horn (chifre; corne; trompa). O instrumento foi originalmente concebido nos meios militares, para comandar as alas da infantaria e da cavalaria, de maneira análoga a uma corneta.

Ao princípio, era recurvado em forma de meia-lua e mais tarde tornou-se enrolado de maneira semelhante ao trompete mas com tubo cónico. Como instrumento antigo de chaves, mais tarde substituídas por pistões.

Um Fliscorno, ou Flugelhorn, de pistões

O mesmo instrumento com outra definição[editar | editar código-fonte]

O fliscorne é um instrumento musical com um timbre diferenciado, mais suave, com afinação em Si bemol (figura ao lado), fabricado com tubo de bitola interna menor com relação ao trompete. A sua campânula é mais larga, que gera uma sonoridade mais aveludada e introspectiva, porém dotada de menos projeção do som; também apresentando uma volta do tubo mais espaçosa.

No jazz, vários artistas do trompete alternativamente dedicam-se a este instrumento musical. Alguns dos mais conhecidos são Freddie Hubbard, Clark Terry e Shorty Rogers. O trompetista que usou largamente o fliscorne com muito êxito foi Chet Baker: seu disco Baker's Holiday foi gravado com fliscorne.

O artista Chuck Mangione sempre foi um adepto do Flugelhorn em Si bemol. Possuindo uma grande discografia em discos. Sendo seu primeiro sucesso "Feels So Good" na década de 80.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • [1] - Trumpet Masters o primeiro forum de trompete brasileiro


Ícone de esboço Este artigo sobre um Instrumento musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.