Florão (arquitetura)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ilustração de Viollet-le-Duc, de remate com cogulhos e florão, 1856
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Florões

Florão, também designado crista, é a designação de um pequeno elemento arquitectónico decorativo em pedra difundido em edifícios da Idade Média, presente sobretudo no estilo gótico. Geralmente situado em locais altos como parte integrante de elementos de acentuação de verticalidade, o florão surge como remate isolado no topo de pináculos, gabletes, etc., onde proliferam também cogulhos.

Este elemento é a representação estilizada de uma flor (por exemplo a flor-de-lis) e é composto por um elemento central vertical rodeado de quatro folhas ou pétalas que se abrem para o exterior e que, em conjugação, formam uma planta e alçado cruciformes. Florões podem também surgir em par (um por cima do outro).


Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.