Fome de 1601-1603 na Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Fome de 1601-1603 na Rússia foi a pior fome que já ocorreu na Rússia pré-Soviética, matando aproximadamente um terço dos Russos durante o Tempo de Dificuldades.

Causas[editar | editar código-fonte]

A causa é provavelmente relacionada com a erupção de um vulcão no Peru, chamado de Huaynaputina, onde ejetou aproximadamente 16 a 32 milhões de toneladas métricas de partículas na atmosfera, notavelmente dióxido de enxofre, formando ácido sulfúrico (veja inverno vulcânico). Isto preveniu a luz do Sol de atingir a superfície da Terra, causando fomes massivas e invernos intensos.

Número de mortos[editar | editar código-fonte]

Durante um período de dois anos e meio, 127 mil corpos foram enterrados em valas comuns apenas em Moscou. A fome generalizada matou aproximadamente dois milhões na Rússia.

Resultado[editar | editar código-fonte]

Isto talvez levou a queda do Tsar Boris Godunov.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]