Fonte documental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Fonte documental é a origem de uma informação, especialmente para fins de investigação, quer seja em jornalismo, historiografia ou produção de literatura acadêmica em geral.[1] [2] [3] Em determinados contextos, os termos autor e fonte são sinônimos. Na historiografia, especificamente, há o termo Documento histórico, como são chamadas tais fontes.

As fontes documentais podem ser primárias, secundárias, ou terciárias.[4]

Fonte primária[editar | editar código-fonte]

Uma fonte primária em historiografia é um documento ou qualquer fonte cuja origem remonta, grosso modo, à época que se está pesquisando, freqüentemente produzida pelas próprias pessoas estudadas. São exemplos comuns de fontes primárias:

Fonte secundária[editar | editar código-fonte]

Fonte secundária, consiste em todo trabalho que se baseia em outro, este sendo a fonte original ou primária. Tem como característica o fato de não produzir uma informação original, mas sobre ela trabalhar, procedendo a análise, ampliação, comparação, etc.

A fonte secundária compõe-se de elementos derivados das obras originais, refere-se a trabalhos escritos com o objetivo de analisar e interpretar fontes primárias e, normalmente, com o auxílio e consulta de outras obras consideradas, também, fontes secundárias.

A Historiografia considera fontes secundárias todos os escritos não contemporâneos aos fatos que narra.

A maioria dos trabalhos acadêmicos hoje publicados são fontes secundárias ou mesmo terciárias. Uma fonte secundária ideal geralmente é caracterizada por reportar dados oriundos de fontes primárias, bem como por analisar, interpretar e avaliar os eventos que são objeto de estudo.

Fonte terciária[editar | editar código-fonte]

Uma fonte terciária é uma seleção e compilação de fontes primárias (material original sobre alguma informação) e secundárias (comentários, análises e crítica baseados nas fontes primárias). Enquanto a diferenciação entre as fontes primária e secundária é essencial na historiografia, a distinção entre estas e as fontes terciárias é mais superficial.

Exemplos típicos de fontes terciárias são as bibliografias, listas de leituras e artigos sobre pesquisas. As enciclopédias e manuais de instrução são exemplos de peças que reúnem tanto fontes secundárias como terciárias, apresentando por um lado comentários e análises, e por outro tratando de proporcionar uma visão resumida do material disponível sobre a matéria.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]