Força de Gendarmaria Europeia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Força Gendarmeria Europeia
Coat of arms of the Eurogendfor.svg
País Flag of Europe.svg União Europeia
Corporação Gendarmaria
Missão Segurança Pública
Denominação EUROGENDFOR
Sigla EGF
Criação 23 de janeiro de 2006 (8 anos)
Aniversários 23 de janeiro
Logística
Efetivo De 800 a 900 gendarmes

A Força de Gendarmaria Europeia (EUROGENDFOR ou EGF) foi criada por um acordo celebrado em 2006 entre cinco membros da União Europeia: França, Itália, Espanha, Portugal e os Países Baixos. A sua finalidade é a criação de uma força de gendarmaria europeia, para intervenções que venham a ser necessárias. Desta força só participam Países europeus que tenham gendarmarias (polícias com caráter militar), sendo que observando-se estas regras, qualquer país que as preencha poderá participar desta força.

A EGF tem base em Vicenza, no nordeste da Itália, e tem um núcleo de cerca de 800-900 membros prontos para intervir no prazo de 30 dias. Isto inclui elementos da Gendarmaria da França, a italiana Carabinieri, a holandesa Koninklijke Marechaussee, a portuguesa Guarda Nacional Republicana, a Jandarmeria Română e a Guarda Civil Espanhola. Um reforço com 2 300 membros adicionais estarão disponíveis em modo de espera.

A Ministra da Defesa francesa, Michèle Alliot-Marie, propôs pela primeira vez a criação desta força em setembro de 2003. A implementação do acordo foi finalmente assinado pelos ministros da Defesa dos cinco países em 17 de setembro de 2004 em Noorwijk, nos Países Baixos.

Em 23 de janeiro de 2006, a EGF foi inaugurada oficialmente durante uma cerimónia militar, no quartel general Chinotto, em Vicenza.

A EGF foi declarada plenamente operacional em 20 de julho de 2006, na sequência da reunião de Alto Nível Interministerial em Madrid, na Espanha, e seu segundo exercício de Postos de Comando (CPX), que teve lugar entre 19-28 de abril de 2006. A primeira CPXx foi realizada no Centro Nacional de Treino da Gendarmaria em Saint-Astier, na França, em junho de 2005.

Em 10 de outubro de 2006, a Polónia indicou que gostaria de aderir à EGF.[1]

Após a adesão da Roménia à União Europeia, a Jandarmeria Română, procurou ser aceite como observador permanente da Força Gendarmeria Europeia, como um primeiro passo para a plena adesão.[2] Em 3 de março de 2009, a Gendarmeria romena tornou-se membro de pleno direito da Força Gendarmeria Europeia.[3]

Além destes participam efetivamente como parceiros as Gendarmerias da Polónia e da Lituânia e como Observador a Gendarmaria da Turquia.

Outros países europeus, como a Alemanha não participa devido à sua constituição não permitir a utilização de forças militares em serviços de polícia e a Grã-Bretanha que não possui gendarmaria, também não integram a nova força de intervenção.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre a União Europeia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.