Force India

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Force India F1)
Ir para: navegação, pesquisa
Índia Force India-Mercedes
Force India logo.jpg
Nome completo Sahara Force India F1 Team
Sede Silverstone, Inglaterra
Chefe de equipe Vijay Mallya
Diretor técnico Andrew Green
Site oficial www.forceindiaf1.com
Temporada de Fórmula 1 de 2014
Pilotos 11. México Sergio Perez
27. Alemanha Nico Hulkenberg
Pilotos de teste 34. Espanha Daniel Juncadella[1]
Chassis VJM07
Motor Mercedes-Benz PU106A Hybrid V6 Turbo
Pneus Pirelli
Histórico na Fórmula 1
Estréia GP da Austrália de 2008
Último GP GP de Abu Dhabi de 2014
Corridas concluídas 131
Campeã de construtores 0 (6º em 2011, 2013 e 2014)
Campeã de pilotos 0 (9º em 2011 e 2014)
Vitórias 0
Pole Position 1
Voltas rápidas 3
Pontos 491
Posição no último campeonato
(2013)
6º (77 pontos)

A Force India Formula One é uma equipe de Fórmula 1, cuja estreia foi em 2008.

História[editar | editar código-fonte]

Criada pelo empresário Vijay Mallya, presidente e acionista majoritário do Grupo UB e que tem operações com cervejarias e companhias aéreas na Índia, que comprou os espólios da antiga Spyker, por 123 milhões de dólares, através do Strongwind, braço de investimento da família Mol, e da Watson Limited, de propriedade de Mallya.

O próprio Mallya assumiu o cargo de chefe de equipe, com James Key como diretor técnico e John McQuilliam como projetista. Como pilotos foram escolhidos o alemão Adrian Sutil, que correu a temporada de 2007 pela Spyker, conquistando 1 ponto no campeonato, na prova do Japão, e o experiente italiano Giancarlo Fisichella, que, segundo o dono da equipe, é um piloto que traz a experiência necessária a uma equipe de F-1.[carece de fontes?] Já Liuzzi, que ocupava a posição titular da STR, fica no ano de estreia da equipe indiana como piloto reserva e de testes. Com uma expectativa muito ambiciosa, Mallya declara que no ano de estreia do GP da Índia, sua equipe estará concorrendo pelas posições disputadas pelas principais equipes da categorias. Para isso ele destacou um orçamento de 120 milhões já para a temporada de 2008, uma quantia bem maior que os 70 milhões que a Spyker gastou na temporada de 2007.[carece de fontes?]

Em 2008 a equipe disputou o campeonato com o mesmo carro utilizado pela Spyker, no ano de 2007, equipado com motor V8 Ferrari.

2009[editar | editar código-fonte]

Adrian Sutil testando o modelo VJM02 em Jerez de la Frontera em 2009.

Para 2009, a Force India anunciou uma parceria com a McLaren, usando motores Mercedes.[2]

A equipe manteve um desempenho abaixo da zona de pontuação durante toda a metade do campeonato, até o Grande Prêmio da Bélgica. Durante os treinos qualificatórios, o piloto veterano Giancarlo Fisichella surpreendeu a todos, marcando a primeira pole position.[3] Na corrida, o piloto italiano foi ultrapassado por Kimi Raikkonen na quinta volta e manteve a segunda posição até o final da prova, conquistando o primeiros pontos da equipe.[4]

O bom desempenho de Fisichella rendeu-lhe um contrato com a Ferrari, para substituir o piloto brasileiro Felipe Massa, que havia se acidentado no Grande Prémio da Hungria.[5] Dessa forma, o também italiano Vitantonio Liuzzi assumiu a posiçao de novo piloto do da Force Índia.

No Grande Prêmio da Itália, Sutil conquistou um quarto lugar,[6] após ter se classificado em segundo no grid.

Com os resultados na Bélgica e Itália, mesmo sem pontuar novamente na temporada, a equipe conseguiu terminar o campeonato na nôna colocação, à frente da italiana Toro Rosso.

2010[editar | editar código-fonte]

Em 2010 a equipe deixou de figurar no fim do grid para assumir uma posição no pelotão interediário, terminando grande parte das corridas com os carros entre os dez primeiros colocados.

2014[editar | editar código-fonte]

Em Dezembro de 2013 Sergio Pérez foi anunciado como piloto titular da equipe para a temporada 2014.[7]

No Grande Prêmio do Bahrein, terceira etapa da temporada 2014, o mexicano chegou na terceira colocação, conquistando o segundo pódio da história da equipe.[8]

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Vitantonio Liuzzi testando o modelo VJM03 em Jerez de la Frontera em 2010.
Paul di Resta testando o modelo VJM04 em Jerez de la Frontera em 2011.
Ano Nome Carro Pneus Motor Pilotos Pilotos de testes Classificação
Pontos
2015 Sahara Force India F1 Team P Mercedes Alemanha Nico Hulkenberg
México Sergio Perez
2014 Sahara Force India F1 Team VJM07 P Mercedes PU106A Hybrid V6 Turbo Alemanha Nico Hulkenberg
México Sergio Perez
Espanha Daniel Juncadella 6º lugar
155 pontos
2013 Sahara Force India F1 Team VJM06 P Mercedes FO 108F V8 Reino Unido Paul di Resta
Alemanha Adrian Sutil
Brasil Luiz Razia 6º lugar
77 pontos
2012 Sahara Force India F1 Team VJM05 P Mercedes FO 108Z V8 Reino Unido Paul di Resta
Alemanha Nico Hulkenberg
França Jules Bianchi
Reino Unido Gary Paffett
7º lugar
109 pontos
2011 Force India F1 Team VJM04 P Mercedes FO 108Y V8 Alemanha Adrian Sutil
Reino Unido Paul di Resta
Alemanha Nico Hulkenberg 6º lugar
69 pontos
2010 Force India F1 Team VJM03 B Mercedes FO 108X V8 Alemanha Adrian Sutil
Itália Vitantonio Liuzzi
Reino Unido Paul di Resta 7º lugar
68 pontos
2009 Force India F1 Team VJM02 B Mercedes FO 108W V8 Alemanha Adrian Sutil
Itália Giancarlo Fisichella
Itália Vitantonio Liuzzi
Itália Vitantonio Liuzzi
Espanha Roldán Rodríguez
9º lugar
13 pontos
2008 Force India F1 Team VJM01 B Ferrari 056 V8 Alemanha Adrian Sutil
Itália Giancarlo Fisichella
Itália Vitantonio Liuzzi
Espanha Roldán Rodríguez
NC (10º lugar)
nenhum ponto

Resultados[editar | editar código-fonte]

*Prova interrompida devido a forte chuva.[9]

Resultados da equipe na temporada de 2014[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto Carro AUS
Austrália
MAL
Malásia
BHR
Bahrein
CHN
República Popular da China
SPA
Espanha
MON
Mónaco
CAN
Canadá
AUT
Áustria
GBR
Reino Unido
GER
Alemanha
HUN
Hungria
BEL
Bélgica
ITA
Itália
SGP
Singapura
JAP
Japão
RUS
Rússia
EUA
Estados Unidos
BRA
Brasil
ARE
=Emirados Árabes Unidos
Pts Pts da Equipe Pos da Equipe
9 Alemanha Nico Hulkenberg 27 6 5 5 6 10 5 5 9 8 7 Ret 10 12 9 8 12 Ret 8 6 96 155
10 México Sergio Perez 11 10 NL 3 9 9 Ret 11† 6 11 10 Ret 8 7 7 10 10 Ret 15 7 59

Negrito = Pole Position.

Itálico = Volta Mais Rápida

Ret = Não completou a prova.

- = Classificado pois completou 90% ou mais da prova.

½ = Foram dados a metade dos pontos. A corrida foi interrompida pelo mau tempo.

Desc = Desclassificado da prova.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Force India
Ícone de esboço Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.