Formação estrutural

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cosmologia
WMAP 2008.png
Universo · Big Bang
Idade do universo
Cronologia do Universo
Derradeiro destino do Universo

A formação estrutural ou formação de estruturas se refere a um problema fundamental em cosmologia física. O Universo, como se conhece atualmente a partir das observações da radiação de fundo de microondas, iniciou num estado quente, denso e quase uniforme até há 13,7 mil milhões (português europeu) ou bilhões (português brasileiro) de anos. Entretanto, observando-se o céu atual, vemos estruturas em todas as escalas, desde estrelas planetas até galáxias e a escalas muito maiores, agrupamentos galácticos e enormes vazios entre galáxias. O estudo da formação estrutural procura responder a questão de como tal complexidade e variedade de estruturas se formou a partir de um início relativamente homogêneo no universo primordial[1] [2] [3] [4]

Referências

  1. Dodelson, Scott (2003), Academic Press, Cosmología Moderna. ISBN 0-12-219141-2.
  2. Liddle, Andrew; David Lyth (2000), Cambridge, Inflación Cosmológica y Estructuras a Gran Escala. ISBN 0-521-57598-2.
  3. Padmanabhan, T. (1993), Cambridge University Press, Formación de estructuras en el Universo. ISBN 0-521-42486-0.
  4. P. J. E. (1980), Princeton University Press, La Estructura a Gran Escala del Universo. ISBN 0-691-08240-5.

Ver também[editar | editar código-fonte]