Forte Egipto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Forte de São Sebastião do Egipto, também referido como Forte Egipto, localiza-se no alto de um morro na localidade de Egito-Praia, no litoral do município de Lobito, na província de Benguela, em Angola.

História[editar | editar código-fonte]

A toponímia "Egipto" conferida a esta praia a sul do rio Cuvo, prende-se à semelhança dos palmares - "deslizando até ao mar" -, que os seus povoadores portugueses associaram aquele país.

O forte remonta ao século XIX, no contexto da repressão ao tráfico de escravos, quando navios negreiros, buscando evadir-se ao patrulhamento do Atlântico, pelas embarcações da Royal Navy, buscavam a proteção dos recortes deste litoral.

Em nossos dias, as autoridades angolanas solicitaram o seu reconhecimento como património mundial pela UNESCO, devido à sua ligação com a história do tráfico negreiro, que tornou despovoadas extensas áreas do continente africano.[1]

Referências

  1. "Faraós abandonam Benguela sem ir ao Egipto Praia" in Jornal de Angola, 30 jan 2010. Consultado em 22 abr 2012.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma fortaleza é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.