Forte Zeelandia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

5° 49′ N 55° 09′ W

Fort Zeelandia, Paramaribo: vista do interior.

O Forte Zeelandia (em língua inglesa, " Fort Zeelandia") localiza-se em Paramaribo, no Suriname.

História[editar | editar código-fonte]

A fortificação foi erguida no início do século XVII na margem esquerda do rio Suriname, com a função de defesa de um entreposto comercial fronteiriço Neerlandês próximo à aldeia indígena de Parmurbo, posteriormente denominada de Paramaribo.

Em 1651 o forte foi conquistado por forças Britânicas e denominado "Fort Willoughby", em homenagem a Lord Francis Willoughby.

Em 1667 os Neerlandeses, sob o comando de Abraham Crijnssen, reconquistaram-no. Posteriormente foi ampliado passando a ter planta pentagonal, com cinco baluartes. Três deles, Middelburgh, Veere e Zierikzee ainda subsistem; os dois erguidos pelo lado da terra foram demolidos quando um novo forte denominado New Amsterdam foi construído na outra margem do rio.

Durante a ditadura de Dési Bouterse no início de 1980, foi usado para aprisionar e torturar preso políticos.

Desde 2004, é um museu.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BRUIJNING, C. F. A.; VOORHOEVE, J. (red.). Encyclopedie van Suriname. Amsterdam en Brussel: B. V. Uitgeversmaatschappij Argus Elsevier, 1977. ISBN 9010018423. p. 683.
  • FONTAINE, Jos. Zeelandia. De geschiedenis van een fort. Zutphen: De Walburg Pers, 1972. ISBN 906011-441-8

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Forte Zeelandia