Fotomorfogénese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Diferença entre a luz da fotossíntese e a luz que dá forma à planta. A luz tem um papel extremamente importante na morfogênese das plantas. Os cloroplastos desenvolvem-se a partir de proplastídeos e sob a ação da luz. Os proplastídeos estão presentes em todas as células vegetais, mas seu amadurecimento e sua coloração verde dependem da constituição genética do cloroplasto e da célula que o abriga, da diferenciação celular e da existência da luz. As plantas que crescem no escuro são pálidas (de cor amarelada ou esbranquiçada), alongadas, têm folhas pequenas, e, no caso de algumas dicotiledôneas, caules que se encurvam formando um gancho na ponta; qualquer planta crescida no escuro também terá caules finos e alongados. Uma planta com tais características é chamada estiolada. Se expostas à luz, as plantas passam a alongar-se menos, suas folhas se expandem e endireitam o gancho. Estas respostas envolvem o fitocromo. O desdobramento da folha é induzido pela luz vermelha e inibido pela luz mais-vermelha. O pigmento empregado na abertura e fechamento de algumas flores, que o faz em tempos específicos durante o dia, é o fitocromo. Ele também está empregado na abscisão de folhas, indução de dormência e alongamento do caule, no caso das plantas de roseta.

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.