Frédéric Kirschleger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frédéric Kirschleger (1804-1869) (monument) 3.jpg

Frédéric Kirschleger (Munster, 7 de janeiro de 1804Estrasburgo, 15 de novembro de 1869) foi um médico e botânico francês.

Frédéric Kirschleger foi criado pelo seu tio Charles Bartholdi (1762 - 1849), farmacêutico em Munster, que lhe deu as suas primeiras noções de história natural. Em 1823, inscreveu-se na Faculdade de medicina de Estrasburgo. O professor de botânica da faculdade e farmacêutico-chefe de um hospital, Chrétien Nestler (1778 - 1832), convidou-o para trabalhar na farmácia do hospital. Em 1829, escreveu a sua tese de medicina: Essai sur les eaux minérales des Vosges.

De 1829 à 1834 instalou-se como médico em Munster , e retomou rapidamente as suas investigações botânicas. Em 1835, o seu fascínio pela botânica levou-o a deixar Munster para fixar-se definitivamente em Estrasburgo, onde foi nomeado professor de Botânica médica na Escola de Farmácia. Recebeu o título de doutor em ciências em 1946.

De 1852 à 1862, publicou a obra capital da sua vida: Flore d’Alsace et des contrées limitrophes en 3 volumes. Em 1862, fundou a "Société philomathique vogésorhénane" que, a partir de 1893 passou a chamar-se "Association philomathique d’Alsace et de Lorraine".

Frédéric Kirschleger morreu em Estrasburgo em 15 de novembro de 1869, no momento em que terminava a segunda edição da sua Flora .



Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.