François Anguier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
François Anguier
Nascimento 1604
Eu
Morte 1669 (65 anos)
Paris
Nacionalidade Royal Standard of the King of France.svg francesa
Ocupação escultor
Deposição da Cruz, na igreja Saint-Pierre-Saint-Paul (fr:) de Rueil-Malmaison.
Monumento funerário para Jacques de Souvré.

François Anguier (Eu, c. 1604 - Paris, 1669) foi um escultor francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

François Anguier ingressou como aprendiz em 1621 no estúdio do escultor Martin Caron em Abbeville. Estabeleceu-se em Paris aproximadamente em 1628, trabalhando, sob a direção de Simon Guillain no retábulo da igreja das Carmelitas, próxima ao jardim de Luxemburgo.

Partiu então para a Inglaterra. Com seu irmão mais novo, Michel Anguier, também escultor, se mudou para Roma em 1641 e frequentaram os estúdios de Alessandro Algardi e de François Duquesnoy. De volta à França em 1643, se juntou ao seu irmão em Moulins, Allier, onde então trabalhou no mausoléu do último dos Duques de Montmorency, Henrique II.

Inspirado em sua experiência do tempo que viveu em Roma, François Anguier desenvolveu um estilo barroco, ainda que menos ardente do que o de Bernini, porém, mais adequado ao gosto do espírito francês.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Túmulo de Montmorency (1649-1652), Moulins (Allier) , Capela da Escola Secundária de Banville.
  • Monumento funerário do coração de duque Henrique I de Longueville (1564-1593) [1] , mármore, pedra e bronze dourado, Paris, Museu do Louvre
  • Efígie funerária de Jacques de Souvré (1600-1670) [2], mármore, Paris, Museu do Louvre
  • Monumento funerário de Jacques-Auguste de Thou (1553-1617) [3] , mármore, pedra e bronze, Paris, Museu do Louvre
  • Deposição da Cruz, Igreja de São Pedro e São Paulo em Rueil Malmaison , altar mor, 1667, esta decoração em baixo-relevo foi destinada à igreja de Val-de-Grâce em Paris
  • Em colaboração com o fundidor Henri Perlan (1604-1669), Les Sacrifiantes (1642), relevo em bronze, Paris, Museu do Louvre

Referências

Wikisource  "Anguier, François". Encyclopædia Britannica (11th). (1911). Ed. Chisholm, Hugh. Cambridge University Press. 

  • Antony Blunt, Art et architecture en France. 1500 - 1700, edições Macula, Paris, 1983
  • Geneviève Bresc-Bautier, Isabelle Leroy-Jay Lemaistre (sous la direction de Jean-René Gaborit, avec la collaboration de Jean-Charles Agboton, Hélène Grollemund, Michèle Lafabrie, Béatrice Tupinier-Barillon), Musée du Louvre. département des sculptures du Moyen Âge, de la Renaissance et des temps modernes. Sculpture française II. Renaissance et temps modernes. vol. 1 Adam - Gois, Éditions de la Réunion des musées nationaux, Paris, 1998
  • Paul Labesse, Les frères Anguier, sculpteurs eudois, Edições Les Amys du Vieil Eu, Eu, 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]