François Nicholas Madeleine Morlot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
François Nicholas Madeleine Morlot

François-Nicholas-Madeleine Cardeal Morlot (Langres, 28 de novembro de 1795Paris, 29 de dezembro de 1862) foi um cardeal francês.

Nasceu já no final do chamado Período do Terror da Revolução Francesa e início do Diretório. Sua formação eclesiástica foi realizada no Seminário de Dijon. Sua ordenação presbiteral deu-se a 27 de maio de 1820, aos 24 anos, já sob o reinado de Luís XVIII.

Foi vigário da Catedral de Paris, vigário geral da Arquidiocese de Paris e cônego da catedral.

Foi indicado para ser bispo de Orléans no dia 10 de março de 1839, pelo rei Luís Filipe e confirmado pelo Papa Gregório XVI no dia 8 de julho do mesmo ano. Recebeu a ordenação episcopal no dia 18 de agosto de 1839, em Paris, pelas mãos de Alexis-Basile Menjaud, bispo de Nancy e Toul. Foi promovido à sé metropolitana de Tours em 27 de janeiro de 1843.

No pontificado de Pio IX foi criado Cardeal presbítero no consistório de 7 de março de 1853, recebendo o chapéu vermelho no dia 27 de junho de 1853, com o título dos Santos Nereu e Aquiles.

Sua eminência foi designado Arcebispo de Paris em 1857, sua entrada solene na Catedral de Paris deu-se a 25 de abril de 1857.

Ordenações episcopais[editar | editar código-fonte]

O Cardeal Morlot foi o principal sagrante de:

  • Louis Martin Porchez (1805-1860), bispo da Martinica.
  • Georges Darboy (1813-1871), bispo de Nancy, arcebispo de Paris.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]