Franceschetto Cybo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Franceschetto Cybo (batizado Francesco) (c. 1450 - 25 de julho de 1519) foi um nobre italiano, filho ilegítimo do Papa Inocêncio VIII (Giovanni Battista Cybo).[1]

Nascido em Nápoles, casou-se por razões diplomáticas com a filha de Lourenço de Médici, Madalena de Médici[1] ; era, portanto, cunhado do Papa Leão X (Giovanni de 'Medici).

Apesar de possuir problemas com jogo e ficar várias vezes em apuros por causa disso[1] , recebeu de seu pai posições importantes nos Estados Papais[1] : como capitão-geral da Igreja, governador de Roma (1488), os feudos de Cerveteri e Anguillara (1490) e o título de Conde do Palácio de Latrão.

Dois anos depois, após a morte de Inocêncio VIII, se mudou para a Toscana e Gênova, mas pode voltar a Roma, graças à eleição do mais favorável Papa Júlio II (1503). Júlio deu-lhe o título de duque de Espoleto.

Faleceu em 1519 depois de uma viagem a Túnis. Está enterrado no sepulcro de Inocêncio VIII, na Basílica de São Pedro.

Filhos[editar | editar código-fonte]

Da união com Madalena de Médici teve seis filhos:[1]

  1. Clarice Cybo (1490-1492): nascida deficiente e morta na infância;
  2. Innocenzo Cybo (1491-1550): cardeal e arcebispo de Turim de 1521 a 1548.
  3. Lorenzo Cybo (1500-1549): duque de Terni, casado com Ricarda Malaspina;
  4. Caterina Cybo (1501-1557): casada com o duque de Camerino;
  5. Ippolita Cybo (1503-1503)
  6. Giovanni Battista Cybo (1505-1550)

Referências

  1. a b c d e George L. Williams. Papal Genealogy: The Families And Descendants Of The Popes. [S.l.]: McFarland, 2004. 261 pp. p. 57-58. ISBN 0786420715