Francesco Accursio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Francesco Accursio (em latim: Acursius; Impruneta, perto de Florença, 1182/85Bologna, 1260/63) foi um jurista italiano.

Vida[editar | editar código-fonte]

Considerado como o renovador do direito romano, foi influente professor da Universidade de Bolonha, com ele se encerra a série dos glosadores. Sua obra (comentários e notas sobre o Codex, as Institutas e o Digesto) editada sob o título Glossa ordinaria magna ou Magistralis (Lyon, 1589), redigida na sua quinta da Ricardina, depois de 40 anos de magistério, gozou de grande autoridade e foi observada como lei pelos tribunais do seu tempo. Mesmo no direito português suas glosas (e as dos predecessores e contemporâneos, por ele coligidas) eram aceitas como regras supletivas do Código Manuelino.

Compôs a Magna Glosa sobre o Corpus Juris Civilis, obra fundamental de interpretação e consulta até à Idade Moderna.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira.
  • Nova Enciclopédia Portuguesa, Ed. Publicações Ediclube, 1996.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.