Francis Scobee

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
'Dick' Scobee

Francis Richard "Dick" Scobee (Cle Elum, Washington, 19 de maio de 1939Cabo Canaveral, 28 de janeiro de 1986) foi um astronauta norte-americano, comandante da missão STS-51L do ônibus espacial Challenger, que explodiu no ar durante seu lançamento em janeiro de 1986, matando todos os sete tripulantes.

Scobee entrou para a Força Aérea dos Estados Unidos em 1957 e combateu como piloto de combate na Guerra do Vietnam. Após o conflito, tornou-se piloto de testes da Aeronáutica, pilotando diversos tipos de aviões como Boeing 747 Jumbo, C-5 Galaxy , o maior avião de transportes do mundo, F-111 e o experimental X-24, deixando a Força Aérea como tenente-coronel aos 38 anos.

Em 1984 ele foi ao espaço pela primeira vez, como piloto da Challenger, a mesma nave onde morreria dois anos depois.

A Challenger explode no ar

A fatídica missão STS-51-L da Challenger em 28 de janeiro de 1986, comandada por Dick Scobee, cujo objetivo era colocar um satélite em órbita para estudar o Cometa de Halley durante sua aproximação da Terra, e inaugurar o programa Professores no Espaço – a professora de escola pública Christa McAuliffe foi a escolhida entre mais de 11.000 professores dos Estados Unidos para integrar a tripulação e morreu no desastre – terminou de maneira trágica 73 segundos após o lançamento, quando um selo de vedação de um dos gigantescos tanques de combustível que acompanham o ônibus espacial cedeu e o combustível vazou causando a explosão da nave nos céus, na frente de milhões de pessoas que acompanhavam o lançamento ao vivo pela televisão, matando todos os tripulantes.

Seus restos foram enterrados no Cemitério Nacional de Arlington e foi condecorado postumamente com a Medalha Espacial de Honra do Congresso dos Estados Unidos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]