Francisco I de Módena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Francisco I d'Este
Duque de Módena e Reggio
Francesco I d'Este.jpg
Francisco I d’Este, por Diego Velázquez
Governo
Consorte Maria Catarina Farnésio
Vitória Farnésio
Lucrezia Barberini
Casa Real Casa Ducal de Módena
Dinastia Este
Vida
Nascimento 6 de Setembro de 1610
Módena, Ducado de Módena e Reggio
Morte 14 de outubro de 1658 (48 anos)
Santhia, Vercelli
Filhos Afonso, Príncipe herdeiro de Módena
Afonso IV de Módena
Isabel, Duquesa consorte de Parma
Reinaldo, Duque de Módena
Maria, Duquesa consorte de Parma
Pai Afonso III de Módena
Mãe Isabel de Saboia

Francisco I d'Este (em italiano Francesco I d’Este) (6 de Setembro de 1610 - 14 de Outubro de 1658) foi Duque de Módena e Reggio de 1629 até à sua morte. Era o filho mais velho de Afonso III de Módena, tornando-se duque reinate após a abdicação de seu pai.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A peste que afectou os seus estados entre 1630 e 1631 matou 70% dos habitantes de Módena.

Em 1631 ficou noivo de Maria Catarina Farnésio (Maria Caterina Farnese) (1615–1646), filha de Rainúncio I Farnésio, Duque de Parma. Deste casamento teve uma filha, Isabel d'Este.

Com o deflagrar da Guerra dos Trinta Anos, Francisco alinhou com a Espanha invadindo o ducado de Parma, mas, após visitar Espanha onde reclamou a sua recompensa, apenas conseguiu adquirir a cidade de Correggio contra um pagamento de 230.000 florins.

Seguiram-se as Guerras de Castro, nas quais o ducado de Modena se juntou a Veneza e a Florença ao lado dos Farnésio de Parma contra o Papa Urbano VIII, da família Barberini, com o objectivo de reconquistar Ferrara. A guerra acabou sem qualquer ganho substancial para Módena. Como, mais uma vez, nenhuma ajuda chegava de Espanha, Francisco aliado a França através da mediação do Cardeal Mazarino. Contudo, quando falhou a conquista de Cremona, e a Guerra dos Trinta Anos parecia ser favorável à Espanha, o Duque procurou um acordo. Relançou a ideia da aliança francesa casando o seu filho e herdeiro Afonso com Laura Martinozzi, sobrinha de Mazarino.

Após resistir com sucesso a uma invasão espanhola, proveniente do Milanês, territórios que os espanhóis possuíam em Itália, lutou ao lado da França e da Casa de Saboia, conquistando Alessandria e Valenza em 1656–1657 com a ajuda de seu filho. Em 1658 conquistou Mortara mas, atingido pela malária, morreu em Santhià logo depois.

Após a morte de sua mulher Maria em 1646, casou com a irmã desta, Vitória Farnésio (Vittoria Farnese), que veio a falecer em 1649.

O seu último casamento veio a realizar-se com Lucrécia (Lucrezia) Barberini (1628–1699), filha de Tadeu (Taddeo) Barberini contra quem as suas tropas haviam lutado durante a Primeira Guerra de Castro. Teve um total de onze filhos, dois dos quais, Afonso e Reinaldo, viriam a suceder-lhe sucessivamente no trono do Ducado.

Apesar de um apto comandante militar, Francisco era conhecido pelo seu carácter vertical e religioso. Enriqueceu Módena com a construção do Palazzo Ducalle, de um maior Teatro della Spelta, da Villa delle Pentetorri, de um porto no mais amplo canal Naviglio e da restauração da Cidadela.

Francisco foi imortalizado por Bernini numa escultura feita por volta de 1650-1651 (Museu e Galeria Este, Módena).

Descendência[editar | editar código-fonte]

Maria Caterina Farnese, primeira mulher de Francisco.
Maria Caterina Farnese, primeira mulher de Francisco.
Vittoria Farnese, segunda mulher de Francisco, irmã da anterior.
Vittoria Farnese, segunda mulher de Francisco, irmã da anterior.
Lucrezia Barberini, Terceira casamento de Francisco.
Lucrezia Barberini, Terceira casamento de Francisco.
Mulheres de Francisco I d'Este
Do primeiro casamento com Maria Catarina Farnésio:
  1. Afonso (Alfonso), Príncipe herdeiro de Módena (1632), morto na infância;
  2. Afonso (Alfonso) (2 de Fevereiro de 1634 - 16 de Julho de 1662), sucedeu a seu pai no trono ducal, com geração;
  3. Isabel (Isabella) (3 de Outubro de 1635 - 21 de Agosto de 1666), casou com Rainúncio II Farnésio, Duque de Parma, com geração;
  4. Leonor (Leonore) (1639–1640);
  5. Tedald (1640–1643);
  6. Almerigo (8 de Maio de 1641 - 14 de Novembro de 1660), sem aliança;
  7. Leonor (Eleonore) (1643 - 24 de Fevereiro de 1722), sem aliança;
  8. Maria (8 de Dezembro de 1644 - 20 de Agosto de 1684) casada com Rainúncio II Farnésio, Duque de Parma, com geração;
  9. Tedald (1646), morreu na infância.
Do segundo casamento com Vitória Farnésio:
  1. Vitória (Vittoria) (24 de Agosto de 1649 - 1656).
Do terceiro casamento com Lucrécia Barberini:
  1. Reinaldo (Rinaldo) (26 de Abril de 1655 – 26 de Outobro de 1737), que veio a ser Duque de Módena, com geração.
Precedido por
Afonso III
Duque de Módena e Reggio
1629 - 1658
Coat of arms of the House of Este (1535).svg
Sucedido por
Afonso IV

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia/Fontes[editar | editar código-fonte]

  • "Italian Dynasties" de Edward Burman, Butler & Tanner Limited, first published 1989, ISBN 1-85336-005-8
  • "Dynasties of the World" de John E. Morby, Oxford University Press, first published 1989, ISBN 0-19-860473-4

Referências