Francisco Menéndez Valdivieso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Francisco Menéndez Valdivieso
Francisco Menéndez Valdivieso
Presidente de El Salvador
Período de governo 21 de junho de 1885 - 22 de junho de 1890
Antecessor(a) Rafael Zaldívar
Sucessor(a) Carlos Basilio Ezeta
Vida
Nascimento 3 de dezembro de 1830
Ahuachapán, El Salvador
Morte 22 de junho de 1890
San Salvador, El Salvador
Dados pessoais
Primeira-dama Bonifacia Salazar[1]
Profissão militar

Francisco Menéndez Valdivieso (1830-1890) foi um militar e político que exerceu o cargo de presidente de El Salvador no período de 1885 a 1890.

Sua família possuía algumas terras, que lhes davam alguma independência econômica[1] . Começou sua carreira militar em 1860, como oficial do exército salvadorenho às ordens do presidente Gerardo Barrios. Em 1871 participou na revolução que derrocou ao presidente conservador Francisco Dueñas.

Em 1876 apoiou o governo do liberal Rafael Zaldívar, mas depois de um confronto com o novo mandatário teve que exilar-se na Guatemala. Em 1885, o general Menéndez encabeçou uma revolta contra Zaldívar, que teve que abandonar a presidência. Depois de converter-se em presidente provisório, em 22 de junho de 1885, Menéndez propôs-se redigir uma nova constituição, conforme princípios liberais. A Constituição promulgada em 1886 que foi a oitava da história de El Salvador teve uma vigência de 53 anos, de 1886 a 1939. Em 1887 foi eleito presidente constitucional. Durante seu governo, Menéndez promoveu o cultivo do café na zona ocidental do país.

Em 22 de junho de 1890 sofreu um golpe de estado encabeçado pelo general Carlos Basilio Ezeta. Faleceu no mesmo dia, por causa de um infarto.

Referências

Precedido por
Rafael Zaldívar
Presidente de El Salvador
1885 - 1890
Sucedido por
Carlos Basilio Ezeta